Os padres Luis Paulo da Costa Monteiro e Paulo de Pina Araújo, da Diocese de Bafatá, na Guiné-Bissau, África, estão em visita à Arquidiocese de Londrina. Guiné-Bissau é o pais onde a Igreja do Paraná mantém uma missão católica. O arcebispo dom Geremias Steinmetz visitou a missão no final do ano passado.

Nesta manhã os dois padres passaram pela Rádio Alvorada, onde participaram da programação ao vivo com o padre Ademar Lorrenzzetti, testemunhando a vivência da fé e do sacerdócio naquele país. Logo após, conheceram o Centro de Pastoral Jesus Bom Pastor e aproveitaram para falar sobre sua estadia no Brasil e a experiência destes dias. Confira no vídeo.

No domingo, 13, os padres foram também até Ibiporã, onde visitaram a família de dom Pedro Zilli, PIME, falecido em 2021. Dom Pedro era missionário no país africano e bispo de Bafatá. Padre Luiz Paulo (da esquerda) foi o último sacerdote ordenado pelo prelado na diocese.

Pascom Arquidiocesana

Fotos: Pe. Anaucélison Aparecido Teodoro Moreira e Tiago Queiroz

O primeiro compromisso dos padres em Londrina será a Santa Missa na Catedral, às 18h, presidida pelo arcebispo dom Geremias

Os padres guineenses, Paulo de Pina Araújo e Luís Paulo da Costa Monteiro, visitarão a Arquidiocese de Londrina neste final de semana, dias 12 e 13 de agosto. Eles pertencem à Diocese de Bafatá (PR), na Guiné-Bissau, África, onde a Igreja do Paraná mantém a Missão Católica São Paulo VI e estão visitando o Estado desde o dia 2 de agosto. O primeiro compromisso dos padres em Londrina será no sábado, 12, com a Santa Missa na Catedral, às 18h, presidida pelo arcebispo dom Geremias Steinmetz.

A visita dos padres tem por objetivo estreitar laços do clero da Diocese de Bafatá com o clero das dioceses do Paraná. Desde 2019, a Comissão Regional de Presbíteros (CRP) assumiu o projeto: “Mostrai-vos solidários com os irmãos” (Rm 12,13), no qual realiza uma coleta espontânea e livre entre os padres do Paraná para ajudar os padres na Guiné-Bissau, durante a Semana Santa.

Até o dia 30 de agosto, os dois padres terão uma extensa programação, percorrendo várias arqui/dioceses do Paraná. Eles serão levados a conhecer a realidade da pastoral presbiteral, das pastorais, movimentos, organismos, também terão momentos de confraternização e passeios turísticos e culturais. No domingo, 13, os dois padres seguem para Maringá.

Serviço:
12/8 (sábado) – 18h: Missa de acolhida dos padres guineenses na Catedral de Londrina

Foto destaque: Karina Carvalho