De 7 a 13 de setembro, o Decanato Cambé realizou a Semana de Conscientização sobre o Dízimo, com lives diárias abordando o significado, a fundamentação bíblica e a destinação do dízimo nas paróquias. A missa de encerramento no dia 13 de setembro foi presidida pelo arcebispo dom Geremias Steinmetz e concelebrada pelo padre Josenildo Dias SF, na Paróquia Cristo Rei.

 

As lives alcançaram mais de 8 mil visualizações no Facebook e tiveram como convidados o diácono Marcos Noel (Paróquia Nossa Senhora de Fátima), Antônio Edson (Coordenador Pastoral do Dizimo Paróquia Santo Antônio) Padre Rodrigo Favero Celeste (Paróquia São Francisco Xavier) e Leles Alves Ferreira (Paróquia Santo Antônio, Decanato Sul).

 

O evento foi um convite aos fiéis para compreenderem a importância de ser dizimista, possibilitando que a evangelização possa se fortalecer cada dia mais. Foi abordado que o Dízimo é resultado de uma consciência madura e cristã, de quem se sente parte da comunidade da igreja formada por Cristo, para ser nossa família.

 

Também foi abordado o que é o Dízimo na Igreja Católica, dízimo como ato de fé, de gratidão e de confiança em Deus. Todos são chamados a ser dizimistas, sem exceção: ministros ordenados, lideranças, a própria Pastoral do Dízimo, todos os cristão são chamados a manifestar a fé através da devolução da partilha do dízimo.

 

Escrituras

Dentro das escrituras, passando do Antigo Testamento até o Novo Testamento em Jesus, o Dízimo vem dos nossos primeiros pais da fé. No Antigo Testamento, este tema mostra o rigor da lei sobre o Dízimo. Também vemos um povo que não cumpriu com essa lei e Deus vem com seus profetas alertar o povo a ser fiel. Entrando no Novo Testamento, Jesus nos liberta do peso da lei e nos convence que devolver o Dízimo precisa ser de coração: dai a Cesar o que é de Cesar e a Deus o que é de Deus (Mt 22,21). São Paulo na Segunda Carta aos Coríntios (9,7) diz: dê cada um conforme o impulso do seu coração, sem tristeza nem constrangimento, Deus ama o que dá com alegria, ou seja, estamos libertos do peso da lei, porém precisamos de um coração convertido para praticar esse gesto de fé.

 

Finalidade         

O Dízimo precisa em tudo ser usado para a evangelização, dentro de todas as suas dimensões religiosa, eclesial, missionária e caritativa. Dentro das finalidades temos as despesas do templo (paróquias e comunidades) como água, luz, o vinho, as partículas, entre outras. Também a formação dos padres e seminaristas, as formações dos leigos dentro dos ministérios de serviço da igreja, a ajuda que a arquidiocese dá a outras dioceses, sendo uma igreja irmã e enviando padres missionários, e a dimensão caritativa, ajudando as pastorais sociais. Padre Rodrigo Favero Celeste, pároco da Paróquia São Francisco Xavier, Decanato Cambé explicou que partilhar o Dízimo é se tornar uma família com a comunidade, pois a partilha maior é dentro de nossas casas. “Quando partilhamos o Dízimo nos tornamos família dentro da Igreja.”

 

Pascom Arquidiocesana

Com informações: Anderson Okada – Coordenador da Pastoral do Dízimo -Decanato Cambé

A Paróquia Santo Antônio de Cambé foi contemplada pelo Santuário de Santo Antônio de Pádua, na Itália, com uma relíquia de primeiro grau do santo padroeiro. Trata-se de massa corpórea (pedaço do corpo do santo), que ficará definitivamente em exposição para veneração dos fiéis devotos na Igreja Matriz, no centro da cidade.

 

No Santuário de Pádua estão os restos mortais e a língua intacta do santo. A relíquia foi enviada pelo frei Roberto Brandinelli, vigário provincial dos Frades Menores Conventuais de São Francisco, guardiães do Santuário. Um documento redigido em latim e traduzido para o português atesta a autenticidade da relíquia.

 

A entronização da relíquia de Santo Antônio de Pádua na Igreja Matriz será neste domingo, 10 de novembro, durante missa solene às 10h30.
No sábado, 9, às 10 horas, haverá carreata de acolhida e apresentação da relíquia aos cambeenses. Sairá do Fórum, na Avenida Roberto Conceição (entrada principal da cidade para quem vem de Londrina).

 

A iniciativa de solicitar a relíquia foi do pároco, padre Cristiano de Jesus, SAC, com apoio do arcebispo da Arquidiocese de Londrina, dom Geremias Steimentz. Dom Geremias assinou o documento retratando a história da Paróquia Santo Antônio de Cambé e a devoção dos paroquianos ao santo, que remete aos anos 1930, quando Cambé era um vilarejo e se chamava Nova Dantzig.

 

Padre Cristiano explica que teve a inspiração de pedir a relíquia porque “pensei os anos de existência desta paróquia, a devoção do povo por Santo Antônio, e vi que não tinha uma relíquia do santo. Então, confiando que receberíamos, resolvi pedir, acreditando que o santo nos daria. E deu! Lindo presente! Temos algo dele entre nós!”

A partir da segunda-feira, 11, a relíquia percorrerá, na semana, as comunidades paroquiais. Depois, ficará em definitivo na Matriz.

Sérgio Marchese
PASCOM Paróquia Santa Antônio – Decanato Cambé

 

 

 

Terminou nesta terça-feira, 1° de outubro, com missa na Igreja Matriz, às 19h30, a visita pastoral que dom Geremias Steinmetz fez à Paróquia Santo Antônio de Cambé.

 

A “peregrinação” começou às 9 horas pela Prefeitura Municipal, onde o arcebispo foi recebido pelo prefeito José do Carmo Garcia e funcionários que preparam um ambiente onde D. Geremias conduziu uma oração, conversou com os trabalhadores e se reuniu no gabinete acompanhado do pároco, padre Cristiano de Jesus, SAC, e do vigário, padre Pedro Ramos, SAC. Nos dois dias, além da Prefeitura, percorreu hospitais, postos de saúde, escolas, colégios, creches, APAE, entidades assistenciais . Também visitou as comunidades paroquiais (capelas Santa Teresinha, Rainha dos Apóstolos, Mãe do Divino Amor e Santa Helena).
D. Geremias avaliou como “altamente positiva” a visita pastoral à paróquia. E enfatizou: “quantas coisas lindas vimos, quantas coisas belas assistimos, quantas pessoas deram seus testemunhos de fé. Quantos homens e mulheres recuperados pelas instituições”.

 

O pároco, padre Cristiano, salientou que “a comunidade paroquial se alegrou com a presença do arcebispo, caminhando conosco, conhecendo nossa realidade”. E finalizou: “como ovelhas deste grande rebanho da Arquidiocese de Londrina, nos comprometemos a rezar e a trabalhar com o senhor”.
A visita pastoral de D. Geremias ao Decanato de Cambé começou na segunda-feira, 30 de agosto, pela Paróquia Santo Antônio, a “paróquia mãe”. Até o dia 16 deste mês estará nas outras sete paróquias do decanato.

 

A partir da próxima quinta-feira, dia 3 de outubro, visita a Paróquia Cristo Rei, no Residencial Cambé II.)
Esteve em Centenário do Sul, Rolândia, e, agora, Cambé.

Sérgio Marchese 
Jornalista Pascom Paróquia Santo Antonio Cambé

Fotos PASCOM Paroquial