Regional Sul 2 Útimas Notícias

Encontro de Presbíteros do Paraná é promovido pela primeira vez de forma on-line

#Compartilhe

O arcebispo dom Geremias e cerca de 15 padres da arquidiocese participaram do encontro que tratou, entre outros assuntos, da unidade e da missão presbiteral

 

Ao longo dos dias 23 a 27 de agosto, foi realizado o Encontro Regional de Presbíteros (CRP) do Paraná. Pela primeira vez, o encontro anual foi realizado de forma on-line e contou com a participação de cerca de 150 padres de todas as dioceses do Paraná. O tema do encontro, assessorado pelo padre Jésus Benedito dos Santos, da Arquidiocese de Pouso Alegre (MG), foi “Presbíteros: comunhão e missão”. 

 

Apenas a presidência da Comissão Regional de Presbíteros (CRP) esteve reunida, presencialmente, na sede do Regional Sul 2 da CNBB, em Curitiba (PR), de onde conduziu o encontro. O bispo referencial para os presbíteros do Paraná, dom Walter Jorge Pinto, participou de todo o encontro e, na quinta-feira, 26 de agosto, conduziu um dia de retiro e espiritualidade para os padres. 

Em 2020, por causa da pandemia, pela primeira vez na caminhada da comissão, o encontro não foi realizado. “Este ano, decidimos pela modalidade on-line, que nos possibilitou, mesmo distantes, sentirmo-nos próximos uns aos outros. O mundo mudou, é um novo normal, então nós não estamos olhando para as dificuldades, mas apenas para as possibilidades que essa forma remota nos trouxe”, afirmou padre Emerson Lipinski, presidente da CRP.

Ao chegar no último dia do encontro, padre Emerson avaliou que este foi muito positivo, porém, espera que no próximo ano ele volte a ser presencial: “Estamos contentes, mas projetando que, em 2022, na Diocese de Umuarama (PR), pela graça de Deus, vacinados, nós possamos nos reunir presencialmente”.

 

Arquidiocese de Londrina

Na arquidiocese, cerca de 15 padres e o arcebispo dom Geremias Steinmetz participaram do encontro. Na quinta-feira, a oração da manhã foi conduzida por dois padres de Londrina: padre Rodolfo Trilstz, assessor da Pastoral da Música e pároco do Santuário Nossa Senhora Aparecida, Decanato Leste, e padre Laurindo Lopes da Silva, pároco da Paróquia Santa Mônica, Decanato Norte, e da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, Decanato Leste.

 

Padre Laurindo destaca a abordagem do padre Jésus Benedito dos Santos sobre a temática dos dois primeiros dias: o presbítero e a comunhão presbiteral; e o presbítero e a missão presbiteral. “Assunto de importância entre nós, sacerdotes, pois mesmo diante da correria do dia-dia, temos que estabelecer uma comunhão no presbitério”, observa. “O Papa Francisco tem nos falado da necessidade de termos o ‘cheiro de ovelhas’ e também nos convidado a reconhecer os sofrimentos do nosso tempo em nosso próprio coração e a tornar esse reconhecimento ponto de partida para o serviço e a missão na Igreja em saída. Sabe-se que não é fácil abraçar essa proposta como ‘caminho de Deus’, tendo a coragem moral e a força espiritual para levar avante essa empreitada. Vivenciar uma Igreja em saída”, enfatiza o padre.

 

No terceiro dia, dom Walter Jorge, bispo de Diocese de União da Vitória e referencial da Pastoral Presbiteral, conduziu um momento de espiritualidade. “Momento importante para nossa caminhada, pois em meio a uma vida agitada, precisamos parar e “subir na montanha” para rezarmos.”

 

No último dia, o encontro abordou o cuidado na vida do ministro ordenado, especificamente sobre o tema do suicídio, um assunto delicado mas que precisa ser tratado pelos presbíteros.  “Aqui fica o apelo aos nossos leigos e leigas: rezem pelos seus sacerdotes, os ajudem em oração e presença. Precisamos de vossas orações”, finaliza.

 

Construção do estatuto da Comissão Regional de Presbíteros

Durante a semana do Encontro Regional de Presbíteros, os padres da presidência, no período da tarde, dedicaram-se a formulação de um Estatuto para a CRP. Auxiliados pelo padre Fabiano Dias Pinto, canonista da Arquidiocese de Curitiba (PR), os padres dedicaram-se à reflexão, estudo e escrita deste documento que deve orientar a missão da Comissão. Segundo o padre Ivanildo Gasparin, vice-secretário da CRP, após esse trabalho de redação, o documento será submetido aos bispos para o parecer final e aprovação. “Esse estatuto é necessário para que possamos delinear a trabalho da CRP, a missão do coordenador e da presidência, a fim de que possamos caminhar em unidade com a Igreja e com o presbitério”, afirmou padre Ivanildo. 

 

Karina de Carvalho (CNBB Sul) 2 e Pascom Arquidiocesana

Fotos: Divulgação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *