O Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na Vila Nova em Londrina, realiza, nos próximos dias 5 e 7 de abril, mais uma preparação para pais e padrinhos em relação ao sacramento do Batismo. Os encontros são obrigatórios, a inscrição é limitada, custa R$ 25 por pessoa e pode ser feita na secretaria (R. Grajaú, 257) ou pelo telefone (43) 3329-1039. “Esse é mais um momento de oração e preparação para o Batismo que estamos preparando com muito carinho para receber as pessoas, inclusive de outras comunidades”, ressalta Renata Volpe, coordenadora da Pastoral Familiar.

Na sexta-feira (5), o encontro tem início às 19h30 e vai até 22h. E no domingo (7), o horário é das 8h às 12h. Nos dois dias haverá lanchinho. As palestras e orações serão conduzidas por diáconos do Santuário e, também, por agentes da Pastoral Familiar. Entre os temas, serão trabalhados o conceito do Batismo, a sua relação com outros sacramentos, o papel dos pais e padrinhos na educação espiritual dos filhos e afilhados. No final da preparação, as famílias receberão um certificado, que poderão apresentar nas paróquias onde serão realizados os batismos.

O padre Rodolfo Trisltz, pároco e reitor do Santuário, explica que o sacramento do Batismo é considerado o sacramento da iniciação cristã, a partir do qual a Igreja celebra todos os outros. “Esse foi um dos mandamentos de Jesus: ‘ide e batizei em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo’, por isso, consideramos esse sacramento o que introduz o batizado na fé católica e cristã”, ressalta o sacerdote. De acordo com o padre, a dimensão arquidiocesana do Santuário o torna um local de acolhida de diversos fieis de paróquias variadas, que buscam o espaço para se prepararem para o sacramento.

Santuário Nossa Senhora Aparecida

Foto: Cathopic

O Santuário Nossa Senhora Aparecida, na Vila Nova de Londrina, realizará no dia 7 de abril, a partir das 14h30, a IV Festa em honra à Divina Misericórdia. Antes, porém, será realizada uma novena em preparação para a celebração. A novena teve início na Sexta-feira Santa (29). As festividades remetem a revelações feitas por Cristo à polonesa Santa Faustina, em 1931, e foram instituídas no ano 2000 pelo Papa São João Paulo II.

“Esse é o momento de rezarmos e pedirmos a Deus as indulgências plenárias, ou seja, o perdão de todas as nossas culpas e penas. E isso, pedimos através da oração, do arrependimento dos nossos pecados, da participação na celebração no domingo seguinte ao domingo de Páscoa, além de receber a comunhão nesse dia, venerando a Divina Misericórdia”, ressalta o padre Rodolfo Trisltz, pároco e reitor do Santuário. A abertura oficial da novena foi na sexta-feira (29), com adoração ao Santíssimo Sacramento, novena e oração do Terço da Misericórdia, antes da Celebração da Paixão de Cristo.

De acordo com o padre Rodolfo, a realização da festa e da novena foram revelações feitas por Jesus a Santa Faustina, que as escreveu em seu diário. O segundo dia da novena foi no sábado (30). Depois, domingo (31). Em seguida, de segunda a sexta-feira (de 1º a 5 de abril), durante a semana, as orações serão realizadas sempre às 18h30. O último dia da novena será no sábado (6), às 18h, antes da missa das 18h30. A Festa da Misericórdia foi instituída durante a celebração de canonização de Santa Faustina, para ser celebrada sempre no segundo domingo do Tempo Pascal, isto é, no domingo seguinte ao Domingo de Páscoa, conforme os registros no diário.

No dia 7 de abril, dia da Festa da Misericórdia, a partir das 15h, haverá exposição do Santíssimo Sacramento, oração do Terço da Misericórdia e louvores à Divina Misericórdia. Em seguida, a partir das 16h, o padre Rodolfo Trisltz celebrará a missa.

Santuário Nossa Senhora Aparecida

Foto: Pascom


O padre Alexandre Alves dos Anjos Filho é o convidado desta semana da Noite Mariana no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na Vila Nova em Londrina. Coordenador da Ação Evangelizadora da Arquidiocese de Londrina, o sacerdote é presença constante na Casa da Mãe Padroeira, celebrando missas e, agora, como convidado da Noite Mariana, que será realizada na próxima quarta-feira (3), a partir das 19h. A noite de oração tem início com a novena seguindo com testemunho, pregação e adoração, e faz parte da programação da Quarta da Padroeira no Santuário.

“Esse momento de oração é fruto de um sonho de Deus, no qual as pessoas vêm para rezar, entregar seus problemas aos pés do Senhor e pedirem e agradecerem. Por isso, a cada mês, trazemos convidados diferentes, que nos proporcionam momentos de muita fé e testemunho”, ressalta Vânia Cristina, evangelizadora e idealizadora da Noite Mariana, que integra a Quarta da Padroeira, um dia inteiro de programação com missas às 7h, 10h (transmissão pelo Youtube), 15h e 19h, além de confissões realizadas das 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h. A participação é gratuita.

O padre Alexandre hoje é o coordenador da Ação Evangelizadora, além de presidente da Cáritas, mas, já esteve como vigário no Santuário São José, de Apucarana, no Santuário Santa Edwiges, em São Paulo, além de ter sido pároco das paróquias São Francisco de Assis e Senhor Bom Jesus do Portão, em Curitiba, Nossa Senhora do Carmo, em Londrina, São José Operário, em Cascavel, São José Bento Cotolengo, em Miraselva, e Santa Cruz, em Londrina.

Quarta da Padroeira
Conhecida como Quarta da Padroeira, a programação das quartas-feiras no Santuário começa cedo. A primeira missa é realizada às 7h. Depois, às 10h (com transmissão pelo Youtube da TV Evangelizar), às 15h e às 19h. Em todas elas, reza-se a novena perpétua a Nossa Senhora Aparecida. Durante todo o dia, os fieis podem frequentar o bazar, comprar itens religiosos, acender uma vela no velário, visitar a Sala de Promessas e se confessar. As confissões são realizadas das 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h.

Santuário Nossa Senhora Aparecida

Fotos: Regina Rubini/Divulgação Santuário

O Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na Vila Nova em Londrina, divulgou a data da tradicional Noite Festiva com show de prêmios. O evento, que reúne mais de 1,5 mil pessoas concorrendo aos prêmios, será no dia 4 de maio, a partir das 20h, na Rua Grajaú, 257. Os convites custam R$ 40 e podem ser comprados na secretaria (43-3329-1039), durante a semana, e no fim das missas, nos finais de semana.

“A Noite Festiva já virou tradição. Não apenas pelos prêmios que são ofertados, mas, sobretudo, pelo momento de convivência entre a comunidade, que se reúne e se diverte. Aliás, esse tipo de convivência acontece desde que o Santuário nasceu ainda como capelinha, no ano de 1940. Então, é uma maneira de preservar a identidade e a essência da comunidade”, ressalta o padre Rodolfo Trisltz, pároco e reitor do Santuário de Nossa Senhora Aparecida de Londrina.

De acordo com ele, a Noite Festiva terá prêmios de R$ 5 mil, R$ 4 mil, R$ 3 mil, R$ 2 mil e R$ 1 mil, todos na cartela cheia divididos entre as cinco rodadas. Entretanto, haverá prêmios menores no terno e na cinquina. Os participantes poderão ganhar diversas prendas que serão distribuídas ao longo da noite. A organização da Noite Festiva pede que os participantes tragam canetas para poderem anotar os números sorteados nas cartelas.

Além do show de prêmios, a Noite Festiva ainda terá barracas de alimentação, para que as pessoas tenham a comodidade de se alimentarem enquanto participam do evento. Serão barraquinhas de pastel, coxinha, salgados diversos, além de água, suco e refrigerante. A Noite Festiva tem início logo após a missa das 18h30. “Nossa Noite Festiva recebe pessoas de diversas regiões da cidade e da Arquidiocese de Londrina, afinal, o Santuário tem essa dimensão arquidiocesana de receber as pessoas”, convida o padre Rodolfo.

Santuário Nossa Senhora Aparecida

Foto: Patrícia Caldana


O Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na Vila Nova em Londrina, retoma a programação anual do Bazar da Madre, que é realizado mensalmente no salão, aos finais de semana. Desta vez, os expositores estarão no local no domingo (10), das 16h às 20h. Além de ser uma espécie de vitrine para muitos pequenos empreendedores, o bazar também funciona como espaço de convivência da comunidade, já que muitas atividades são realizadas de sábado e domingo, além das missas.

“Já faz dois anos que recebemos os expositores do Bazar da Madre, portanto, isso já se tornou tradição. Muitas pessoas vêm para as missas e acabam passando no bazar para comer alguma coisa, comprar algum presente ou lembrancinha. Assim, o bazar também é um espaço de convivência e as pessoas não precisam ir embora logo depois de terminada a missa”, afirma o padre Rodolfo Trisltz, pároco e reitor do Santuário. De acordo com ele, desde o início da comunidade, quando foi construída a capelinha, em 1940, as pessoas utilizam o local para conviver em comunidade.

No domingo, estarão os seguintes expositores: Abra o Estilo (roupas femininas), Adhara (ecobags), Ágape (camisetas religiosas), Alegria Fitoterapia (óleos essenciais), Artemis (cartonagem), Arteria Crochetaria (crochê), Artesanto Minos (artesanatos diversos), Ateliê da Marrom (tapetes de tecido), Atelieê Padre Pio (imagens sacras), Casa Marmita (tortas salgadas), Cida Bijo (bijuterias), Dona Cida Tortas (salgados), Elshadai Decoreafins (flores em espuma), Fatinha Artesanatos (costura criativa), Fer DoTerra (óleos essenciais), Garapa do Gazarim (caldo de cana), Jawhara (acessórios femininos em prata), Kochen (azeite), Lety Silva (pulseiras em macramê), Linddas (acessórios femininos e semi joias), Maga (bombons de chocolate), Maria Luz Amigurumi (amigurumi), Michelli Biscoitos, Nazatto (velas aromáticas), O Caixeiro (estandartes religiosos), Safira (costura criativa), Santina Massoterapeuta, Suucristina (perfumes e cremes), Valeria Artesanato (bolachinhas), Vivart (mudas frutíferas e insumos) e Zaine (roupas femininas).

Wagner Donadio, organizador do Bazar da Madre, explica a importância da participação dos expositores. “O bazar funciona como uma espécie de vitrine. Muitos expositores acabam apresentando seus produtos a um público novo, ficam conhecidos e acabam recebendo encomendas posteriores, principalmente os produtos mais personalizados”, ressalta. Além desses, os produtos de alimentação têm boa saída, porque as pessoas preferem comer no local, já que também são vendidos pasteis pelo Santuário. Aliás, o Bazar do Santuário com artigos religiosos também fica aberto, potencializando as opções do público.

Santuário Nossa Senhora Aparecida

Foto: Divulgação

O padre Ademar Lorrenzzetti está de volta à programação da Noite Mariana no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na Vila Nova em Londrina. O sacerdote, que participou do momento de oração em março de 2023 retoma a programação de 2024, que será na próxima quarta-feira (6), a partir das 20h. Neste ano, as noites serão realizadas sempre na primeira quarta-feira de cada mês, com exceção do mês de maio.

“Retomamos a programação da Noite Mariana com a alegria de estarmos completando um ano, uma vez por mês proporcionando momentos de oração, de cura, de reflexão, de adoração e de muita unção”, ressalta Vânia Cristina, evangelizadora e idealizadora da Noite Mariana. O encontro começa às 19h com novena, seguindo com testemunho, pregação e adoração, dentro da programação da Quarta da Padroeira no Santuário, que tem missas às 7h, 10h, 15h e 19h, além de confissões realizadas das 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h. A participação é gratuita.

Para o padre Rodolfo Trisltz, a Noite Mariana é uma parte importante da programação da Quarta da Padroeira. “Nossas quartas-feiras são ainda mais dedicadas a Nossa Senhora Aparecida, com uma série de atividades que convidam o público a prestar suas orações na Casa da Mãe Aparecida”, ressalta o sacerdote. De acordo com ele, desde a manhã há atividades para que as pessoas possam participar, seja online ou presencial.

Quarta da Padroeira

Conhecida como Quarta da Padroeira, a programação das quartas-feiras no Santuário começa cedo. A primeira missa é realizada às 7h. Depois, às 10h (com transmissão pelo Youtube da TV Evangelizar), às 15h e às 19h. Em todas elas, reza-se a novena perpétua a Nossa Senhora Aparecida. Durante todo o dia, os fiéis podem frequentar o bazar, comprar itens religiosos, acender uma vela no velário, visitar a Sala de Promessas e se confessar. As confissões são realizadas das 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h.

Santuário Nossa Senhora Aparecida

Foto: Divulgação

As relíquias de Santa Teresinha, que estão em peregrinação pelo Brasil, devem chegar a Londrina no dia 17 de fevereiro, mas, antes disso, a Arquidiocese de Londrina realizará um Tríduo em preparação para recebê-las. Uma das missas do primeiro dia do tríduo será realizada no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na Vila Nova em Londrina, na próxima quarta-feira (7), às 19h. Uma paróquia de cada decanato também celebrará a missa. No Santuário, haverá bênção de rosas ao final, já que a flor simboliza a intercessão da santa pelos angustiados e aflitos.

“A Casa da Mãe Aparecida tem a honra e a alegria de receber e celebrar uma das missas do tríduo, pois, em comunhão com Santa Teresinha do Menino Jesus, queremos pedir a intercessão por aquelas pessoas que necessitam de um conforto espiritual”, ressalta o padre Rodolfo Trisltz, pároco e reitor do Santuário. As outras paróquias que receberão missa do tríduo serão Nossa Senhora Auxiliadora, 19h (decanato centro), Santa Terezinha do Menino Jesus, 19h30 (decanato norte), Santo Antônio (Cafezal), 19h30 (decanato sul) e Nossa Senhora da Boa Viagem, 19h30 (decanato oeste).

Os outros dois dias do tríduo, quinta-feira (8) e sexta-feira (9), serão livres para cada paróquia organizar da maneira que considerar melhor. Já as relíquias de Santa Teresinha, que são um fêmur e o pé direito da santa, estão em peregrinação pelo Brasil como parte das comemorações jubilares de Santa Teresinha, que, em 2023, lembram os 150 anos de seu nascimento e 100 anos de sua beatificação. Em Londrina, o relicário será aberto à visitação pública a partir do dia 17 de fevereiro, no Monte Carmelo, ordem religiosa da qual Santa Teresinha fez parte, além de atividades programadas na Catedral de Londrina.

Veja a programação da peregrinação das relíquias de Santa Teresinha em Londrina:

17/02, 14h30: exposição pública das relíquias no Monte Carmelo
17/02, 19h: missa de acolhida com as relíquias

18/02, 9h: saída do relicário do Monte Carmelo
18/02, 10h30: missa na Catedral com o relicário, seguida de visitação pública
18/02, 18h: missa na Catedral com o relicário, seguida de retorno ao Monte Carmelo

19/02, 8h: exposição pública das relíquias no Monte Carmelo
19/02, 14h30: peregrinação das relíquias a Paranavaí

Santa Teresinha
Nascida no dia 2 de fevereiro de 1873, morreu no dia 30 de setembro de 1897, com apenas 24 anos de idade. Depois de uma infância sofrida e de ter tido experiências espirituais com Nossa Senhora e com o Menino Jesus, ela foi autorizada pelo Papa Leão XIII a entrar no mosteiro dos Carmelitas, aos 15 anos de idade. Hoje, sua intercessão é invocada para confortar os corações aflitos e angustiados. As rosas simbolizam uma promessa que a santa fez antes de morrer, dizendo que faria cair uma chuva de rosas no mundo.

Santuário Nossa Senhora Aparecida de Londrina

Foto: Pixabay

Uma das mais belas e aguardadas tradições natalinas foi inaugurada no último fim de semana no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na Vila Nova em Londrina. O presépio, que neste ano completa 800 anos, foi abençoado pelo pároco e reitor, padre Rodolfo Trisltz, e tem as imagens da manjedoura, de Maria e José, além dos reis magos e dos animais. As pessoas que quiserem, podem visitar o presépio e ainda se encantarem com a fachada iluminada e decorada da igreja.

“O presépio é um elemento que nos ajuda a nos conectar com Deus. É uma representação do que aconteceu na época do nascimento de Cristo e, oito séculos atrás, era a maneira que as pessoas tinham de recordar esse acontecimento bíblico. Foi por isso que São Francisco de Assis criou o primeiro presépio, que hoje faz parte da vida espiritual das nossas famílias”, ressalta o padre Rodolfo Trisltz. O primeiro presépio foi criado por São Francisco de Assis em 1223, no povoado de Greccio, na Itália.

A didática de São Francisco acabou criando uma das mais belas representatividades do nascimento de Jesus. “A criação do presépio teve como objetivo ajudar as pessoas a compreenderem o nascimento do Salvador. Entretanto, hoje, apesar de toda a tecnologia, dos filmes e da inteligência artificial, o presépio tradicional segue sendo uma maneira linda de poder recordar esse momento e ajudar nossa espiritualidade”, afirma o padre Rodolfo. De acordo com ele, as pessoas podem visitar o presépio até o início de janeiro, quando deve ser desmontado no Dia de Reis, sábado, 6 de janeiro.

Decoração
A decoração de Natal do Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na Vila Nova em Londrina, também foi inaugurada, com uma bênção especial do padre Rodolfo Trisltz, surpreendendo a comunidade. A cada ano, as luzes ganham diferentes formatos e disposição, além de novos elementos iluminados, que incrementam a decoração da fachada. Tanto a decoração quanto o presépio foram inaugurados no primeiro domingo do Advento, um tempo litúrgico de preparação para as festividades natalinas, para o nascimento de Jesus.

Quermesse
Além da bênção do presépio na missa das 16h do domingo (3), o Santuário realiza a Quermesse Natalina, com o Bazar da Madre, nos dias 9, 10 e 17/12, com comidas como pastel, além de água e refrigerante. A tradicional Novena de Natal será realizada do dia 14 ao dia 22 de dezembro, sempre às 19h durante a semana e às 18h30 nos finais de semana. No dia 16/12, a comunidade realizará um momento de confraternização e convivência, um jantar natalino com show de prêmios. Será a partir das 19h30, com ingressos a R$ 40, incluindo o jantar, que será uma galinhada, e quatro cartelas que concorrerão a prêmios diversos.

Programação cultural
A programação cultural começa no dia 10/12, após a missa das 18h30. Quem se apresenta é a Orquestra de Câmara Solistas de Londrina com participação do Coral Santa Cecília. No dia 13/12, às 20h (após a missa), é a vez do Grupo Vocal Entre Nós. Depois, no encerramento da novena de Natal, sobe ao palco o Entrelaços Duo. E, por fim, no dia 23/12, após a missa das 18h30, quem se apresenta é o Grupo de Folia de Reis Mensageiros da Paz. Todas as apresentações serão com repertório natalino e variado, com entrada gratuita e, para quem quiser e puder, com contribuição espontânea aos grupos.

Fim de ano
As missas de fim de ano também estão definidas. No dia 24/12, 9h e 20h. No dia 25, apenas às 10h. Os horários se repetem no Ano Novo: dia 31/12, 9h e 20h. E no dia 1º de janeiro, apenas às 10h. “Todos estão convidados a participarem conosco da programação do Santuário, tanto religiosa quanto cultural. A Casa da Mãe é a casa de todos os seus filhos”, convida o padre Rodolfo.

Santuário Nossa Senhora Aparecida

Fotos: Wanderley Tolomi/ Divulgação

Considerada a maior festa religiosa popular de toda a Arquidiocese de Londrina e uma das maiores do Paraná, a Festa da Padroeira realizada no dia 12/10 no Santuário de Nossa Senhora Aparecida ampliou a programação em 2023. Além das tradicionais missas e atividades religiosas, neste ano traz um parque de diversões para as crianças, além de uma parceria com a prefeitura municipal de Londrina, através da qual haverá educação de trânsito para a criançada e vacinação para quem desejar, respectivamente por meio da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) e Secretaria Municipal de Saúde.

“Com uma dimensão Arquidiocesana e que ultrapassa as fronteiras do Paraná, o Santuário, a cada ano, busca oferecer ao público não apenas a programação religiosa, mas, também, uma série de atividades que possam transformar a Casa da Mãe Padroeira num local de convivência e permanência, para que as famílias sintam-se em casa, onde possam rezar, alimentar-se e as crianças brincarem”, ressalta o padre Rodolfo Trisltz, pároco e reitor do Santuário. Durante todo o dia, haverá bazar de artigos religiosos, velário, sala de promessas, venda de flores e velas, além de confissões, que serão realizadas na escola estadual ao lado, além de aferição de pressão e de diabetes pela Unipax.

As novidades deste ano ficam por conta do parque de diversões, com brinquedos como surf, chapéu mexicano, barca pirata, tromba-tromba, cama elástica, jump, carrossel e montanha russa de centopeia. Os ingressos custam R$ 5 vendidos diariamente até 18h na secretaria ou R$ 10 na bilheteria na hora. Nas barracas, as opções gastronômicas giram em torno de pastel, cachorro-quente, refrigerante, água, suco e alimentos típicos de diversas nacionalidades, como alemã, japonesa, italiana e libanesa. O Bazar do Santuário estará aberto o dia todo, assim como a venda do pão, com a possibilidade de encontrar uma medalha abençoada.

Além disso, uma parceria com a prefeitura municipal de Londrina permitirá ações do poder público durante o dia 12. Uma delas é a ação de educação no trânsito “Caminhos do trânsito, criança consciente”, realizada pela CMTU, das 11h às 15h, na rua em frente ao Santuário. A equipe estará com o mini Fusca e irá simular uma cidade para as crianças compreenderem as noras de trânsito e a importância de respeitar as pessoas, os pedestres. Já a secretaria municipal de Saúde realizará a aplicação de todas as vacinas disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS), das 6h às 19h, para quem quiser atualizar o cartão de vacinação. Entre as vacinas estão as de hepatite, influenza, febre amarela e covid-19.

Programação 12/10
00h – Terço dos homens
05h – Missa com padre Laurindo Lopes da Silva
07h – Missa com padre Alexandre Alves dos Anjos Filho
09h – missa com Dom Anuar Battisti, arcebispo emérito de Maringá
10h30 – Missa com Dom Luiz Soares Vieira, arcebispo emérito de Manaus
12h – Consagração das Crianças com padre Cláudio Marinoni
13h30 – Missa com padre José Rafael Solano
15h – Missa com Dom Geremias Steinmetz
17h – Missa com Dom Geremias Steinmetz
18h – Procissão pelas ruas da Vila Nova
19h – Coroação da imagem de Nossa Senhora Aparecida

Já virou tradição e será realizada novamente a Carreata da Padroeira seguida da bênção dos veículos no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na Vila Nova em Londrina. A atividade faz parte da programação da Festa da Padroeira 2023 e está marcada para domingo, dia 8/10. Além disso, até o dia 10/10 segue a programação da Novena da Padroeira, sempre às 7h e às 19h30 (18h30 nos finais de semana). As atividades incluem ainda as Vésperas Solenes (11/10) e uma programação intensa de missas e celebrações no dia 12/10. Até lá, o Santuário realiza a Quermesse da Padroeira e um parque de diversões na praça em frente, tornando o local um espaço de convivência da comunidade.

“A Carreata virou um momento à parte dentro da Festa da Padroeira. Em 2020, por causa da pandemia, nós a retiramos do dia 12 para não gerar aglomeração e passamos a realizá-la todo domingo anterior ao feriado. E isso fez com que a carreata crescesse cada vez mais, transformando-se num momento especial de muita bênção”, ressalta o padre Rodolfo Trisltz, pároco e reitor do Santuário. A concentração terá início às 9h na Capela Nossa Senhora do Rosário (R. Vantuil Frisselli, 355, Jardim Primavera), com missa celebrada pelo arcebispo dom Geremias Steinmetz. Após a missa, a carreata percorre algumas ruas pela cidade, com uma imagem grande de Nossa Senhora Aparecida, chegando ao Santuário, onde padres e diáconos se revezam para a benção dos veículos.

Durante o trajeto, músicas de Nossa Senhora são colocadas no caminhão de som, além de orações e bênçãos conduzidas pelo padre Ademar Lorrenzzetti. Diversas pessoas aparecem na porta de suas casas ou janelas de seus apartamentos, além de pararem nas calçadas para receberem as bênçãos da padroeira do Brasil. A expectativa é que cerca de 1 mil veículos participem da carreata, entre carros, motos, bicicletas e outros. Mesmo assim, quando o percurso chega à Vila Nova, diversos carros e caminhões já estão em fila na Av. Tietê aguardando para receberem a bênção, que termina quando o último veículo for embora.

Vésperas

No dia 11/10, às 19h30, o arcebispo dom Geremias Steinmetz celebra a liturgia das Vésperas Solenes, especialmente no dia anterior à grande Festa da Padroeira. O arcebispo instituiu essa tradição, que acompanha outro costume que está virando tradição no Santuário: a troca do manto da imagem de Nossa Senhora. A cada ano, uma família doa um novo manto para a imagem que fica no nicho do Santuário.

Festa da Padroeira

Além de toda a programação de missas, a Festa da Padroeira tem uma série de atividades complementares. O parque de diversões funcionará na praça, ao lado das barracas de alimentação. Também haverá bazar de artigos religiosos, velário, sala de promessas, venda de flores e velas, além de confissões, que serão realizadas na escola estadual ao lado do Santuário. Neste ano, além da aferição de pressão e de diabetes, haverá uma novidade na área da saúde: a secretaria municipal de Saúde realizará vacinação ao longo do dia.

Aproveitando a estrutura da Unidade Básica de Saúde (UBS) instalada no Santuário durante a reforma do prédio público, a secretaria municipal de Saúde realizará vacinação do público que quiser, com diversos tipos de vacinas, aplicando as doses nas pessoas. Até mesmo o Zé Gotinha estará presente. A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) levará o Fusca Amarelo, utilizado em ações de educação no trânsito com crianças, aproveitando que no dia 12 se comemora o Dia das Crianças. As equipes ficarão lá das 11h às 16h, aproximadamente, e as crianças poderão andar no veículo.

Programação 12/10

00h – Terço dos homens

5h – Missa com padre Laurindo Lopes da Silva

7h – Missa com padre Alexandre Alves dos Anjos Filho

9h – missa com Dom Anuar Battisti, arcebispo emérito de Maringá

10h30 – Missa com Dom Luiz Soares Vieira, arcebispo emérito de Manaus

12h – Consagração das Crianças com padre Cláudio Marinoni

13h30 – Missa com padre José Rafael Solano

15h – Missa com Dom Geremias Steinmetz

17h – Missa com Dom Geremias Steinmetz

18h – Procissão pelas ruas da Vila Nova

19h – Coroação da imagem de Nossa Senhora Aparecida