Seguindo a tradição, as Missionárias Claretianas convidam a todos para a bênção de veículos e condutores, no dia 21 de setembro próximo, das 7:30h às 18:00h, no Santuário Eucarístico Mariano, Avenida Madre Leônia Milito, 575.

A proposta é colaborar para a conscientização da sociedade em relação ao compromisso de todos, em tornar o trânsito mais humano, pacífico e solidário, neste ano tendo como Tema: “Juntos Salvamos Vidas”

      Esta atividade tem por objetivo:

  • Tornar conhecida Madre Leônia, como intercessora da vida no trânsito, para que a oração leve os condutores e viajantes, à prudência, e a uma maior atenção e respeito à vida.
  • Contribuir com a Semana Nacional do Trânsito, no sentido de promover a vida e a educação para a paz no trânsito, uma vez que milhares de pessoas são mortas ou mutiladas por falta de prudência e responsabilidade.
  • Colaborar na conscientização, quanto ao compromisso de todos e de cada um, em tornar o trânsito mais humano, fraterno e solidário, sem violência e ameaça frontal à vida.
  • As Missionárias Claretianas com esta iniciativa querem se empenhar nesta causa nobre e urgente, pois também Madre Leônia Milito (hoje em processo de beatificação) perdeu a vida num acidente de trânsito. Mesmo após sua morte, seus ideais permanecem vivos nas pessoas que abraçam esta mesma causa de promover a vida, a defesa da paz e superação da violência no trânsito.

No dia 21 uma equipe da CMTU estará presente conosco distribuindo folders com as devidas orientações de como fazer o cadastramento “Credencial vagas especial idoso e deficiente”. No folder tem o acesso ao site.

COMO FAZER: Entre no site www.cmtu.londrina.pr.gov.br clique em “atendimento do protocolo  – Agende já”, selecione “Credencial Vagas Especiais – Idoso e deficiente”, escolha o local e o dia “Santuário Madre Leônia, dia 24/09” e clique no horário de sua preferência. Preencha os dados e pronto! Você só precisa comparecer no local e no horário agendado. ATENÇÃO o agendamento deve ser realizado no nome do idoso.

O QUE TRAZER? No dia 24 de setembro, traga uma cópia da CNH ou RG e do comprovante de residência do município de Londrina atualizado.

 ONDE? Santuário Eucaristico Mariano – Avenida Madre Leônia Milito,575. Agendamento disponível das 9h às 12h

 RESUMO DO EVENTO:  BÊNÇÃO DE VEÍCULOS E CONDUTORES

  • Data: 21 de setembro de 2022.
  • Horário: Das 7:30h às 18:00 horas
  • Local: Av. Madre Leônia Milito, 575 (Santuário Eucarístico Mariano)
  • Dia 24: cadastramento eretirada da credencial “Vagas especiais” das 09h às 12h(conforme agendamento)

MAIS INFORMAÇÕES: Missionárias Claretianas – Avenida Madre Leônia Milito 575 – Fone (043) 33 39 08 08 

Atenciosamente,

Irmã Zenaide Teodoro da Silva
P/ Santuário Eucarístico Mariano
Tel. (43) 99658-2896

Irmã Maria do Carmo Duarte
Responsável pelo Evento
Tel.  (43)  99654-5580

 

Venha celebrar com a Arquidiocese de Londrina e as Irmãs Claretianas os 41 anos da páscoa definitiva da Serva de Deus Madre Leônia Milito, padroeira da vida no trânsito, no dia 22 de julho, data de sua morte. Peça a intercessão desta grande missionária e reze pela sua causa de beatificação.

 

Confira a programação das celebrações desse dia:

 

22 de Julho de 2021

 

Santuário Eucarístico Mariano
Avenida Madre Leônia, 575

7h – Missa em ação de graças pelos 41 anos da passagem de Madre Leônia à casa do Pai e lançamento da agenda Permanente do Santuário.

14h30 – Terço pela causa de beatificação de Madre Leônia.

17h – Benção dos carros.

18h30 – Santa Missa presidida pelo arcebispo Dom Geremias Steinmetz.

 

Catedral Metropolitana de Londrina

7h e 12h – Missa em ação de graças pelos 41 anos da páscoa definitiva de Madre Leônia.

 

 

Capela Mãe da Divina Providência
R. José Nogueira Franco, 435

Tríduo da Madre dias 22, 23 e 24 de julho

1º Dia – 22/7 às 19h

2º Dia – 23/7 às 19h

3º Dia – 24/7 às 17h30

 

Paróquia Cristo Rei – Cambé
Av. Santo Cassaro, 429 – Cambé

Tríduo da Madre dias 19, 20 e 21 de julho

1º dia – 19/7 às 19h

2º dia – 20/7 às 19h 

3º dia – 21/7 às 19h

Há 63 anos, no dia de São José, nascia a Congregação das Irmãs Claretianas, em Londrina

 

Um famoso sacerdote que conheceu a Serva de Deus Madre Leônia, dizia que Madre Leônia podia ser comparada a uma das virgens prudentes do Evangelho. Ela carregava na sua bagagem o óleo para manter acesa a sua lâmpada da fé e esperar a vinda do esposo. Era uma pessoa muita ungida. E o demonstrou isso quando fundou com Dom Geraldo, em Londrina, a Congregação das Missionárias Claretianas. Por que em Londrina e não na Itália? no Paraná e não em São Paulo? na Alemanha? na França? na África? em qualquer outro lugar do mundo? Com certeza o que podemos dizer é que Londrina era a terra prometida, o ponto de chegada e de partida para a missão de Madre Leônia.

 

O ponto de chegada da jovem fundadora e superiora geral da Congregação das Missionárias de Santo Antonio Maria Claret, que neste dia 19 de março completa 63 anos de existência; o ponto de partida da filha amada de Deus, da semeadora da alegria e da bondade, que nos deixava há quarenta anos para celebrar o seu encontro definitivo com o Pai.

 

Todavia, o ponto de chegada e de partida para a Serva de Deus Madre Leônia nesta terra prometida de Londrina não tinha chegado ao fim. Ela foi ao encontro do Senhor com a lâmpada cheia de óleo para ser colocada no candelabro, como disse Jesus. O óleo bom das suas virtudes, que ilumina e aquece a nossa vida é outro ponto de chegada e de partida. O ponto de chegada alegre e cheio de esperança com a sua Causa de Beatificação e Canonização na Arquidiocese de Londrina; o ponto de partida que desejamos com a sua futura beatificação e canonização, como um presente de Deus para a humanidade e sobretudo para a cidade de Londrina.

 

Com Londrina chegamos até aqui e com os londrinenses queremos caminhar recordando os ensinamentos de Dom Geraldo que nos dizia: “A mão de Deus que abençoou, aquele dia, do começo da Congregação, aquela mão de Deus que abençoou a Congregação, aquela mão não caiu, aquela mão não se desviou, aquela mão continua protegendo a Congregação, como sombras, como asas. Aquela mão de Deus continua pairando sobre a Congregação, abençoando-a cada instante”.

 

Que Dom Geraldo e a Serva de Deus Madre Leônia nos ensinem sempre mais a colocar a nossa força onde estava a fortaleza e a vitalidade de Madre Leônia: na Eucaristia, na Palavra de Deus que nos edifica, no Coração terno e Imaculado Coração de Maria, na fé, na esperança e na caridade. Ela nos convida ainda hoje a dizermos como São Paulo: “Basta-nos a sua graça”, para mantermos acesa a nossa lâmpada da fé e responder aos apelos da humanidade e da Igreja. Peçamos a São José a graça da sua Beatificação para o nosso bem e de toda a Santa Igreja.

 

Irmã Terezinha Almeida
Postuladora da Causa de Beatificação de Madre Leônia

Fotos: Arquivo geral MSAMC

Hoje, dia 22 de julho, celebramos os 40 anos da Páscoa definitiva da serva de Deus, Madre Leônia Milito. Madre Leônia faleceu vítima de um acidente automobilístico em 22 de julho de 1980, na saída de Londrina, BR 369. No local foi construída a Capela Nossa Senhora do Caminho, onde todo dia 22 do mês celebra-se uma missa. O processo de canonização de Madre Leônia foi aberto em 1988 na Arquidiocese de Londrina.

 

Madre Leônia é considerada protetora da vida no trânsito e co-padroeira das Santas Missões Populares (SMP) na Arquidiocese de Londrina.

 

No vídeo, o arcebispo dom Geremias Steinmetz comenta a importância da madre para a arquidiocese.

 

Data: 03/11 – Domingo
Inscrições: www.pedaldamadreleonia.com.br
Percursos: 30Km e 52km (com single track exclusivo)

-Bandana exclusiva da madre
-Novidade: Medalha exclusiva no fim da pedalada

-Ação solidária: Ajuda às obras missionárias das irmãs claretianas no TOGO (África)

Investimento: R$30,00 + taxa do sympla

– Café da manhã;
– Banheiros;
– Pontos de hidratação com água e frutas;
– Ajuda mecânica;
– Carros de apoio;
– Percurso bem sinalizado ;
– Seguro atleta;
– Atendimento médico tático de emergência;

Inscreva-se antes que acabe: www.pedaldamadreleonia.com.br

 

 

HISTÓRIA

Nasceu em Sapri, Itália, aos 23 de junho de 1913.  Na adolescência sentiu o chamado de Deus para ser religiosa e missionária. Pronta e disponível ao projeto de Deus, em 1935 ingressou no Instituto Franciscano, em Secondigliano, Nápoles.

 

Em 1952, preparou as primeiras irmãs que vieram ao Brasil como missionária e em 1953 veio expandir o Instituto na Terra de Santa Cruz. No ano seguinte, foi destinada pelos superiores como missionária e coordenadora da missão no interior de São Paulo. Em 1958, juntamente com Dom Geraldo Fernandes fundou a Congregação das Missionárias de Santo Antonio Maria Claret, para servir a Igreja e os pobres em todos os continentes.

 

No dia 22 de Julho de 1980, na saída de Londrina, BR 369, foi vítima fatal de acidente automobilístico; ali foi construída a capela N. Senhora do Caminho, onde se celebra missa dia 22 de cada mês. Em 1988, na Arquidiocese de Londrina, deu-se a abertura da sua causa de canonização.

 

Em 18 de Outubro de 2003, houve a sessão de encerramento da fase diocesana e no mesmo ano, deu-se inicio a causa em Roma, conforme o exigido pelo Vaticano. Seu último lema de vida foi consumir-se iluminando. A luz das boas obras de Madre Leônia, discípula e missionária de Jesus Redentor, continuam glorificando a Deus em nosso meio.

 

Dom Orlando Brandes, 4º arcebispo de Londrina, a declarou, protetora da vida no trânsito e co-padroeira das Santas Missões Populares na arquidiocese de Londrina.

Serva de Deus Madre Leonia, intercedei por nós. 

 

Veja o vídeo sobre a história de Madre Leonia:

 

 

 

 

 

A 6ª Caminhada Madre Leônia Milito reuniu cerca de 400 pessoas no último domingo, dia 28 de julho. O dia começou com a Santa Missa presidida pelo padre Dirceu Fumagalli, no Santuário Eucarístico Mariano, na Avenida Madre Leônia.

 

Após a missa, os participantes saíram em caminhada até a Capela Nossa Senhora do Caminho, em Cambé, na BR 369, local onde a Madre Leônia perdeu a vida em um acidente em 22 de julho de 1980. No total foram percorridos 17 km. Durante o trajeto, cânticos e orações embalaram a caminhada dos fiéis.

PASCOM Arquidiocesana

 

<Mais fotos clique aqui>

 

Fotos: Anibal Vieira

 

 

 

“Tudo por amor e nada fora do amor” (Madre Leônia Milito)

 

Ajude a missão das Irmãs Claretianas de Madre Leônia a ajudar povos carentes em Moçambique na África.

 

Chá beneficente – Eis me aqui Moçambique

Data: 24/08 (sábado)
Horário: 14h às 17h45
Local: Espaço Dom Bosco – Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora (Decanato Centro)
Endereço: Rua Dom Bosco, 55 (esquina com Av. Maringá)
Informações: (43) 3339-0808 / 3337-7175 ou  pelo Whatsapp (43) 99673-8611

 

 

 

CONVITE:
Celebrações em memória aos 39 anos da morte de Madre Leônia Milito; padroeira da vida no trânsito e co-padroeira das Santas Missões Populares da Arquidiocese de Londrina.

 

PROGRAMAÇÃO

Dias 18, 19 e 20 de julho

  • Tríduo em preparação à Comemoração da Páscoa de Madre Leônia nas Santas Missas das 7h.

 

Dia 21 de julho — domingo

  • No Santuário Eucarístico Mariano — Solene celebração Eucarística às 17h com o Coral Madre Leônia

 

Dia 26/27 de julho — sexta-feira e sábado

  • À partir das 7h – 24 HORAS DE ADORAÇÃO COM JESUS EUCARÍSTICO MISSIONÁRIO E REDENTOR
    Os grupos de Pastorais de todas as paróquias estão convidados a se inscreverem em uma das horas diurnas ou noturnas.

 

Dia 28 de julho — domingo

  • CAMINHADA MISSIONÁRIA MADRE LEÔONIA
    Às 6h45 Missa no Santuário Eucarístico, e em seguida partida para a caminhada em direção à Capela Nossa Senhora do Caminho, BR 369, concluindo com o envio missionário.

 

Mais informações:
https://www.sympla.com.br/6-caminhada-madre-leonia-milito
Santuário: (43) 3339-0808
Irmã Zenaide Teodoro da Silva (43) 99658-2869
Maria do Carmo Duarte (43) 66654-5580

 

Todos os anos, próximo ao aniversário da Páscoa Definitiva da Madre Leônia Milito, no dia 22 de julho, as irmãs claretianas promovem a Caminhada Madre Leônia.

Neste ano foi no sábado, dia 28 de julho, comemorando 38 anos da morte da serva de Deus. Cerca de 200 pessoas de Londrina e cidades do Paraná e de São Paulo saíram em peregrinação da Capela Nossa Senhora do Caminho, na BR 369, em direção ao Santuário Eucarístico, ao lado da Paróquia São Vicente de Paulo. Percorreram um total de 18 quilômetros.

Foram cinco horas de caminhada, com paradas para oração e abastecimento. A Celebração Eucarística foi presidida pelo padre Dirceu Fumagali, Pároco da Rede de Comunidades Madre Leônia e concelebrada pelo padre Marcos José dos Santos, pároco da Paróquia Nossa Senhora das Graças da cidade de Centenário do Sul, a Missa iniciou na Capela, concluindo no Santuário Eucarístico.

Reportagem local

Fotos Wellington Ferrugem