Quaresma, por Dom Manoel

No início da Igreja, os cristãos, com seu estilo de vida, apareciam como sendo diferentes e até estranhos às demais pessoas da sociedade. Uma carta anônima, daquela época, dirigida Diogneto, faz a seguinte descrição: “Não se distinguem os cristãos dos demais, nem pela região, nem pela língua, nem pelos costumes.