O Corpus Christi deste ano foi diferente do que os fiéis estavam acostumados nesta solenidade. Em vez de acordar cedo para montar os tapetes para a procissão de Jesus Sacramentado, cada família ficou em sua casa, com os celulares, TVs e computadores a postos, na expectativa.

 

As pessoas não puderam se dirigir à igreja para a celebração, mas alguns tiveram a oportunidade de presenciar o Santíssimo passando em frente à sua casa, abençoando os lares e toda cidade de Londrina. As paróquias da arquidiocese se dividiram para levar a bênção do Santíssimo a um ponto da cidade. Um dia triste pela distância, mas de muita emoção porque o Senhor não desampara, principalmente em momentos difíceis, e vai até os seus.

 

Em muitas paróquias, os fiéis se fizeram presentes nos desenhos e cartazes que formaram os tapetes da procissão. Da porta das igrejas ou das ruas do bairro, os padres abençoaram todos os paroquianos. Das escadarias da Catedral, o arcebispo dom Geremias Steinmetz abençoou toda cidade de Londrina.

 

Na Catedral, depois da bênção, o arcebispo e o pároco padre Rafael Solano se dirigiram com Jesus Eucarístico, num pequeno cortejo, até a Santa Casa de Londrina, onde deram a bênção a pacientes e funcionários do hospital.

 

Outros hospitais também receberam a visita de Jesus nesse dia. A procissão da Paróquia Nossa Senhora do Rocio, na Bairro Cervejaria, por exemplo, passou pelo Hospital Universitário (HU), e a Paróquia Nossa Senhora das Graças, na Vila Brasil, pelo Hospital do Câncer, Mater Dei e Evangélico.

Pascom

Fotos:

 

Catedral de Londrina

 

 

Alvorada do Sul – Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socoroo – Decanato Sertanópolis

 

 

Rolândia – Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Decanato Rolândia

 

 

Bela Vista do Paraíso – Paróquia São João Batista – Decanato Sertanópolis

 

 

Centenário do Sul – Paróquia Nossa Senhora das Graças – Decanato Porecatu

 

 

Londrina – Paróquia Cristo Bom Pastor – Decanato Ibiporã

 

 

Londrina – Paróquia Imaculada Conceição – Decanato Centro

 

 

Londrina – Paróquia Nossa Senhora Aparcida KM9 – Decanato Sul

 

 

Lupionópolis – Paróquia Cristo Rei – Decanato Porecatu

 

 

Londrina – Paróquia Nossa Senhora de Nazaré – Decanato Norte

 

 

Prado Ferreira – Paróquia São João Batista – Decanato Porecatu

 

 

Londrina – Paróquia São Vicente de Paulo – Decanato Centro

 

 

Londrina – Paróquia Nossa Senhora da Piedade – Decanato Oeste

 

 

Londrina – Paróquia Nossa Senhora da Glória – Decanato Norte

 

 

Londrina – Distrito Guaravera – Paróquia São João Batista – Decanato Tamarana

 

 

Londrina – Paróquia Nossa Senhora do Rocio – Decanato Leste

 

 

Cambé – Cristo Rei – Decanato Cambé

 

Fotos e imagens: Pastoral da Comunicação

 

Sem a participação dos fiéis para a tradicional procissão pelas ruas da cidade, celebração do Corpo de Cristo vai levar a bênção a locais que neste tempo se encontram ainda mais fragilizados por causa da pandemia. Paróquias também arrecadarão donativos para doações 

 

A celebração do Corpus Christi, na próxima quinta-feira, 11 de junho, é uma das mais importantes solenidades da Igreja Católica. É a maior manifestação pública da fé na presença real de Jesus Cristo na Eucaristia, quando o Santíssimo Sacramento sai em procissão pelas ruas da cidade sobre tapetes montados pelos fiéis.

 

Neste ano, devido às medidas restritivas da pandemia do novo coronavírus, os tradicionais tapetes de Corpus Christi não serão confeccionados pelos fiéis. Em vez disso, cada paróquia está preparando sua programação, envolvendo os fiéis da comunidade nas celebrações on-line e bênção nas ruas, assim como na arrecadação de doações.

 

Na Catedral de Londrina, a Santa Missa solene será às 10h presidida pelo arcebispo dom Geremias Steinmetz, transmitida on-line pelas redes sociais da Arquidiocese de Londrina (https://www.facebook.com/arqlondrina e https://www.youtube.com/arquidiocesedelondrina) e da Catedral Metropolitana (https://www.facebook.com/catedrallondrinaPR/ e https://www.youtube.com/catedrallondrinaPR) e pela Rádio Alvorada. Em seguida a procissão de Corpus Christi passará pelas Travessas Padre Eugênio Herter e Padre Bernardo Greis, em volta da catedral, finalizando com a bênção eucarística à cidade de Londrina nas escadarias da catedral. A procissão também será transmitida pela internet.

 

A procissão contará com equipe de celebração reduzida e sem a presença de fiéis. Terá também a participação das irmãs da Toca de Assis, congregação que atua em Londrina no apoio aos mais necessitados, representando aqueles que se encontram mais fragilizados neste momento.

 

Logo após, o Santíssimo Sacramento será conduzido até a Santa Casa, onde, da porta principal, será dada a bênção, com a presença de algumas irmãs e funcionários.

 

 

Hospitais

As paróquias que tiverem a possibilidade foram orientadas a, em vez da procissão presencial, saírem nas ruas com um carro de som conduzindo o padre com o Santíssimo Sacramento abençoando a todos, planejando a bênção especialmente em locais como hospitais, asilos, Postos de Saúde, CRAS, favelas e outros lugares onde se manifesta a fragilidade das pessoas e da sociedade.

 

Muitas paróquias da arquidiocese farão um percurso diferenciado contemplando esses locais e também passando em frente à casa dos paroquianos levando a bênção de Jesus Eucarístico.

 

Confira a lista com algumas paróquias que passarão com o Santíssimo por hospitais e postos de saúde da Arquidiocese de Londrina:

 

Catedral Metropolitana de Londrina
Santa Casa

Paróquia Nossa Senhora do Rocio,  Decanato Leste
Hospital Universitário (HU)

Paróquia Nossa Senhora das Graças,  Decanato Centro
Hospital do Câncer, Hospital Mater Dei e Hospital Evangélico

Paróquia Nossa Senhora da Luz, Decanato Oeste
UPA e Posto de Saúde

Paróquia Nossa Senhora de Fátima, Decanato Leste
Posto de Saúde da Vila Casone

Paróquia Santo Antônio, Decanato Sul
Posto de Saúde

Paróquia Santo Antônio – Cambé
Hospital Santa Casa e Hospital São Francisco

Paróquia São José – Rolândia
UBS Central

Paróquia Nossa Senhora da Paz – Ibiporã
Hospital Cristo Rei, Hospital Santa Terezinha

 

Juliana Mastelini Moyses
Pascom Arquidiocesana

O arcebispo dom Geremias Steinmetz publica, nesta quarta-feira, 3 de junho, orientações para a celebração do Corpus Christi deste ano.

Leia na íntegra:

 


ORIENTAÇÕES PARA CORPUS CHRISTI – 11/06/2020

A Eucaristia nos convoca à unidade de toda a Igreja, pois nos une a todos ao redor da mesma mesa. A celebração de Corpus Christi é a maior manifestação pública deste Mistério da Salvação. Neste intuito sugerimos para a Celebração de Corpus Christi neste ano de 2020 o seguinte:

  1. O horário da Missa de Corpus Christi fica liberado para o que melhor convier a cada paróquia;
  2. O quanto possível as celebrações sejam transmitidas pelos Meios de Comunicação disponíveis (Rádio, internet, etc.) para facilitar a participação dos fiéis e, naturalmente, evitar qualquer tipo de aglomeração;
  3. Nessa missa todos os sacerdotes renovem seus votos de consagração e fidelidade à Igreja;
  4. Em vez de procissão presencial, um carro de som poderá passar pelas ruas da paróquia conduzindo o Padre com o Santíssimo Sacramento, abençoando a todos. Planejar a bênção especialmente para hospitais, asilos, Postos de Saúde, CRAS, favelas e outros lugares onde se manifesta a fragilidade das pessoas e da sociedade;
  5. Informar às famílias o trajeto do carro de som para poderem se preparar e receber a Bênção do Santíssimo;
  6. É importante que os padres estabeleçam contato com os coordenadores das instituições acima citadas para que o Ssmo. Sacramento seja recebido com um mínimo de preparação e dignidade em frente à instituição;
  7. Ao meio-dia todas as paróquias façam soar os sinos da igreja como homenagem á Solenidade de Corpus Christi.

Londrina, 3 de Junho de 2020

Atenciosamente,

Dom Geremias Steinmetz
Arcebispo Metropolitano

Download 

 

Catedral Metropolitana de Londrina, Paróquia Sagrados Corações e Paróquia Pessoal Nipo-brasileira Imaculada Conceição se uniram nesta quinta-feira, 31, para celebrar a solenidade de Corpus Christi. Cerca de 4 mil pessoas se dirigiram à catedral para celebrar o Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Fiéis começaram a chegar às ruas ao redor da catedral antes mesmo do dia amanhecer, por volta das 4 horas da manhã, para montar os tapetes. Pó de serra colorido, sal e farinha deram vida aos desenhos preparados pelas comunidades, retratando desde elementos importantes da nossa fé, como a devoção ao Santíssimo Sacramento, até a Ação Evangelizadora: Cada Comunidade uma Nova Vocação.

A missa foi celebrada pelo arcebispo Dom Geremias Steinmetz e concelebrada pelos padres da catedral e das paróquias participantes, além do reitor do Seminário Propedêutico São José.

O Evangelho, tirado do livro de São Marcos, trouxe a narrativa da instituição da eucaristia na véspera da Paixão de Jesus. Na homilia, Dom Geremias destaca os elementos que Jesus escolhe para se tornar presente no meio de nós: pão e vinho, frutos da terra e do trabalho humano. Pão e vinho são dons de Deus nos quais se pode ver aquilo que se dá na morte de Jesus, explica.

“Veja por exemplo, a gente não come o trigo por inteiro, grãozinho por grãozinho, mas o trigo é moído, é transformado em farinha, que é transformada em pão”.

“É para ser um símbolo exatamente de Jesus, que foi como que triturado na cruz. Perdeu todo seu sangue derramado sobre a humanidade. Ali perdeu a sua vida, ali perdeu tudo. A única coisa que sobrou foi a certeza do amor de Deus. Quando a gente toma a eucaristia, come esse pão, é o Cristo triturado pelo pecado da humanidade que agora se faz salvação. Da mesma forma o vinho”.

Depois da comunhão, clero e fiéis saíram em procissão pelas alamedas e retornaram à catedral para adoração ao Santíssimo e bênção final. Como de costume, o arcebispo abençoou os pãezinhos partilhados com a comunidade.

Juliana Mastelini Moyses
PASCOM Arquidiocesana

 

Fotos: Guto Honjo

“Dai-lhes vós mesmos de comer” Lc, 9 13

Com esperança e muita fé, a Arquidiocese de Londrina e a Pastoral do Migrante convidam todos os fiéis a trazer alimentos não perecíveis na Celebração de Corpus Christi (2017) em suas paróquias e comunidades. Todos esses alimentos, fruto do amor e da solidariedade, serão encaminhados pela Pastoral do Migrante à todos os(as) migrantes que estão residindo no território da Arquidiocese de Londrina. Contamos com a solidariedade de todos os(as) católicos que estarão celebrando a Eucarística, verdadeiro sinal de comunhão, unidade e paz.
Sinal de comunhão com o Senhor e com o irmão!
Maiores informações: pastorallondrina@gmail.com

Assista o convite feito pelo Coordenador da Ação Evangelizadora Pe. Joel Ribeiro Medeiros:

PASCOM Arquidiocesenana