Pastoral da Música

 

Pastoral da Música

Palavra do Arcebispo

Com alegria escrevo algumas linhas em apoio a este empreendimento da Pastoral da Música Litúrgica. Não há dúvida de que a música é uma das melhores e mais completas manifestações da “participação ativa” na Liturgia. Ela é capaz de unir vários sentimentos: alegria, arrependimento, perdão, súplica, piedade, devoção, etc.

A Constituição Sacrosanctum Concilium é farta em falar deste assunto: “A tradição musical da Igreja é um tesouro de inestimável valor, que excede todas as outras expressões de arte, sobretudo porque o canto sagrado, intimamente unido com o texto, constitui parte necessária ou integrante da Liturgia solene” (SC 112). Prossegue citando outros elementos centrais da questão: “A música sacra será, por isso, tanto mais santa quanto mais intimamente unida estiver à ação litúrgica, quer como expressão delicada da oração, quer como fator de comunhão, quer como elemento de maior solenidade nas funções sagradas” (SC 112). A música litúrgica é tudo isso.

Quem de nós não consegue perceber a diferença que faz uma celebração litúrgica bem cantada? De fato, Deus também se manifesta a nós através de textos musicais com boa poesia, boa melodia, qualidade de execução dos instrumentos, vozes bem preparadas, instrumentos bem afinados e, sobretudo, harmonia total entre um Grupo de Canto e a assembléia participante.

Agradecemos todo esforço dedicado para que o Canto Litúrgico seja sempre de qualidade. Na liturgia não se canta qualquer coisa. Trata-se de ajudar no encontro dos fiéis com o seu Senhor, para que a Liturgia seja, realmente, “continuidade da História da Salvação” (SC 5-8). Obrigado pelos muitos esforços dedicados a tema tão importante na Liturgia. Que Deus abençoe a todos!

Dom Geremias Steinmetz
Arcebispo Metropolitano de Londrina – PR

Finalidade da Pastoral da Música

A Pastoral da Música foi idealizada e está sempre em construção para formar e instruir cantores e instrumentistas da Arquidiocese de Londrina. Eles abrilhantam a Santa Missa com seus louvores e súplicas. A atuação dos agentes da Pastoral da Música começa com o conhecimento da estrutura da Santa Missa e toda a ação litúrgica que acontece em cada celebração, bem como a Liturgia do dia e o ponto central do Evangelho, para então escolher um repertório que expresse a beleza de cantar a Liturgia dentro do seu Tempo Litúrgico e dos temas propostos.

A formação litúrgica e a capacitação técnica também são oportunamente oferecidas aos músicos das nossas paróquias. Assim, a missão principal da Pastoral é preparar cantores e instrumentistas a bem glorificar a Deus, chegando aos corações dos fiéis a fim de prepará-los para acolher a Palavra. Sua função é ser instrumentos de alegria e motivação, compreendendo a música como parte integrante da Liturgia e auxiliando os sacerdotes e toda a comunidade paroquial nos momentos em que forem solicitados.

A maior conquista da renovação litúrgica proposta pelo Concilio Vaticano II é a participação do povo cada vez mais ativa, consciente, plena e frutuosa. “Música é uma linguagem privilegiada que exprime e manifesta a alma e a cultura de um povo; para a liturgia ser autêntica e a participação ser profunda, deve-se usar a linguagem musical que melhor expresse a fé e a oração do povo orante” (CNBB, Doc 7, nº 2.1).

“Uma das melhores expressões da participação do povo na liturgia é a Música Litúrgica. Onde há manifestação de vida comunitária, existe canto; celebra-se a vida” (CNBB, Doc 7, nº 2.1). Por isso, no Brasil, a renovação litúrgica tem alcançado um dos seus pontos mais positivos, pela criação de uma música litúrgica que tem procurado corresponder ao sentimento e à alma orante do nosso povo, fazendo-o participar da Santa Missa de “modo expressivo e autêntico” (CNBB - Pastoral da Música Litúrgica no Brasil, nº 7).

Em nossa arquidiocese, temos no momento 83 paróquias e muitas comunidades e capelas, onde pessoas doam seus talentos para a animação das celebrações Eucarísticas. Cada um se coloca a serviço da sua comunidade sendo Sal da Terra e Luz do mundo. Estamos sempre abertos e dispostos a acolher todos aqueles que desejarem se dedicar à evangelização através da música, seja na parte instrumental ou vocal.

Pe. Rodolfo Trisltz Assessor

PASTORAL DA MÚSICA

Assessor: Pe. Rodolfo Gabriel Trisltz

Coordenação:

Maria do Carmo Radigonda
Fone (43) 99923-1961
e-mail: maria.radigonda@hotmail.com

Marcia Demiciano
Fone (43) 99917-7836 / 99996-6851
e-mail: marciademiciano@yahoo.com.br