Carta Dom Orlando

Carta aos sacerdotes e a todo o Povo de Deus, sobre as Santas Missões Populares
“Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Mc16,15)

A todos vós, sacerdotes, religiosas, diáconos, seminaristas e amado povo de Deus, saudação e bênção.

 

Quis a misericordiosa providência que nossa Igreja Particular seja o lugar da realização do 14º Intereclesial das CEBs em janeiro de 2018. Em preparação a tão alto e significativo evento, estamos decididamente vivendo o tempo sagrado e abençoado das Santas Missões Populares – SMP. Exulte, pois toda a Arquidiocese de Londrina por esta graça transbordante e inesgotável. Sintamo-nos todos e todas privilegiados por tanta ternura, confiança e amor de Deus por nós. As SMP são um grande sinal dos tempos para todos nós na esperança de um novo céu e uma nova terra.

 

Fomos, somos e seremos agraciados pela generosa disposição, do grande e experimentado missionário, Pe Luis Mosconi, que de todo coração aceitou ser o nosso assessor maior. Tudo é graça. A ele nossa gratidão, prece e acatamento.

 

Convoco, pois nossa Igreja Particular a abrir as portas do coração e das casas para acolher, participar, trabalhar, dando tudo de si em favor das SMP. Dobremos nossos joelhos em oração, calcemos as sandálias dos missionários e caminhemos alegre, decidida e corajosamente à luta que nos é proposta. Tudo pelo reino de Deus.

 

Vós todos, crianças, jovens, idosos, adultos, doentes, encarcerados, ricos e pobres, homens e mulheres, pastorais e movimentos, meios de comunicação, deixai-vos tocar e afetar pelo ardor, criatividade e generosidade missionária, “o rebanho tem o faro de novos caminhos” (Papa Francisco). Ninguém se exclua desta graça, desta dádiva, que Jesus de Nazaré, o missionário do Pai, nos oferece. Desde já, em nome de todos os nossos padres, agradeço vossa disposição, vossa dedicação e vossos sacrifícios pelas SMP. Seremos com certeza uma Igreja em saída e em estado permanente de missão.

 

Não tenho nenhuma dúvida que as SMP irão fortalecer a paróquia – comunidade de comunidades, as comunidades eclesiais de base, os grupos bíblicos de reflexão, as pequenas comunidades, a setorização e principalmente a nossa conversão pastoral. Precisamos ser profetas do reino, praticantes da Doutrina Social da Igreja, abertos ao ecumenismo, comprometidos com o Papa Francisco e unidos à CNBB.

 

Chegou a hora de sair de casa, ir para a estrada, bater nas portas das casas, estar no meio do povo dedicando atenção especial para com os pobres, os doentes, os aflitos. Ninguém seja esquecido nem excluído. As SMP nos motivarão a ser construtores da justiça e da paz, profetas da libertação, portadores da misericórdia na alegria do Evangelho.

 

E vós queridos sacerdotes, sois a alma, o coração, o segredo da animação das SMP. Todos os olhos da Arquidiocese se voltam para vocês, meus irmãos e colaboradores, esperando vossa ajuda. Vocês carregarão as tochas e bandeiras das SMP, como sentinelas de um novo amanhecer pastoral. Dede já, obrigado por tudo.

 

Perdoai-me se insisto mais uma vez caros fiéis pedindo vossa oração, vossa dedicação, vossa boa vontade, esforço, coragem e muita esperança em favor das SMP. Por favor, rezem por mim. Obrigado por tudo.

 

 

Londrina, aos 6 de julho de 2015

 

img0723

Dom Orlando Brandes
41º ano da minha ordenação presbiteral