Útimas Notícias

Homilia de dom Geraldo Fernandes na missa de Sétimo Dia de Madre Leônia

#Compartilhe

Bem-aventurados os pobres porque deles é o reino dos céus

“Bem-aventurada Madre Leônia, pobre e desprendida de tudo, só teve que fazer um testamento espiritual pois não tinha absolutamente nada de terreno para deixar às suas filhas. Deixou-nos a sua alma, o seu exemplo, a sua virtude, a sua santidade. Bem-aventurada a Madre Leônia porque foi pobre no seu espírito, no seu coração”, falou dom Geraldo. 

 

Bem-aventurados os mansos porque eles possuirão a terra

“Todos nós que conhecemos Madre Leônia apesar desse nome um pouco assustador de Leônia, nós sabemos que era a bondade em pessoa. Madre Leônia chegou a possuir o mundo… Bem-aventurada Madre Leônia que, com sua bondade e mansidão, conquistou o mundo, principalmente o mundo dos mais pobres e dos abandonados.

 

Bem-aventurados os que choram porque serão consolados

Eu sou testemunho das dores e lágrimas que Madre Leônia versou nesta vida longa de 23 anos à frente da Congregação, que era como um pedaço da sua alma…

 

Bem-aventurada a Madre Leônia porque derramou as lágrimas dos olhos e do espírito, mas já foi consolada pelo Pai. 

 

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, isto é, aqueles que têm este grande desejo de santidade e de perfeição porque serão saciados, alcançarão esta perfeição. 

 

Bem-aventurada a Madre Leônia porque ela tinha essa fome e sede de justiça, de amor a Deus, de dedicação ao próximo, de santidade. 

 

Bem-aventurados os que têm o coração misericordioso porque eles obterão misericórdia

Misericórdia é a forma mais sublime do amor. Amar alguém porque este alguém precisa de nós, amar alguém porque ele é fraco, porque é pecador, porque é uma criança abandonada, é um velho rejeitado pela sociedade, é um excepcional que ninguém quer, é um doente, talvez abandonado de todos. 

 

Bem-aventurada a Madre Leônia que já obteve a misericórdia do Pai, porque ela foi misericordiosa, abrindo no mundo inteiro perto de cem obras de caridade da mais variada espécie. 

 

Bem-aventurados os puros de coração porque eles verão a Deus

Quem conheceu Madre Leônia intimamente como eu e todas as suas filhas a conheceram, sabiam que era de uma pureza rara, difícil de se encontrar; … era um anjo de pureza, eu mesmo tive a precaução de evitar que fosse feita a sua autópsia, para que aquele corpo virginal não fosse tocado por mãos profanas. 

 

Bem-aventurada a Madre Leônia que foi tão pura que já goza da visão de Deus. 

 

Bem-aventurados os pacificadores porque deles é o reino do céu

Madre Leônia passou sua vida levando a paz por toda a parte: a paz aos pobres, aos doentes, às suas filhas, às suas comunidades, no mundo inteiro. Bem-aventurada a Madre Leônia porque tendo seguido o caminho da paz ensinado por Cristo, ela foi um anjo de paz aqui na terra. 

 

Bem-aventurados os que são perseguidos por causa do reino do céu porque eles serão chamados filhos de Deus 

Bem-aventurada a Madre Leônia porque preocupada com sua própria santificação, com a santificação de suas filhas, com o bem, a piedade, a oração, a santificação de tantas almas a elas confiada e sofrendo pelas inúmeras vezes no seu coração… dela é o reino dos céus. 

 

De um texto sagrado em outra passagem evangélica diz: Bem-aventurados todos vós que cumprirdes estas bem-aventuranças, porque vosso nome já está escrito no livro da vida. Não temos a menor dúvida, Nosso Senhor a chamou para si. Aprendei a ler as bem-aventuranças (…) acompanhando os passos da vida de nossa querida e santa Mãe.”

 

Dom Geraldo Fernandes –  julho de 1980

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *