Paróquias Pastorais e Movimentos Útimas Notícias

Atividades em casa e reuniões on-line: Fiéis inovam para cumprir orientações de afastamento social

Fiéis do mundo todo acompanharam a missa presidida pelo Papa Francisco nesta manhã na Capela da Casa Santa Marta, ao vivo pelo Facebook do Vaticannews. Foto: Divulgação

Vivemos tempos que exigem cuidado e recolhimento. Igrejas fechadas, missas, celebrações e encontros cancelados. Precauções tomadas em todo país e no mundo para se evitar que o Covid-19 se alastre ainda mais. Por outro lado, é também momento de redobrar as orações. E nesse sentido a internet se tornou uma forte aliada.

 

Inúmeras paróquias da arquidiocese estão transmitindo suas missas privadas ao vivo diariamente pelos meios de comunicação (confira os horários aqui). Nesta manhã de sexta-feira, 20 de março, o Santíssimo ficou exposto para adoração na Catedral Metropolitana de Londrina, os fiéis puderam fazer a oração e acompanhar pelo Facebook da Catedral. 

 

Na quinta-feira, 19, dia de São José, o Papa Francisco convidou o mundo todo a rezar junto o Santo Terço, às 21h, horário de Roma, 17h horário do Brasil. No dia anterior, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) convocou os brasileiros para rezarem o Terço da Solidariedade e da Esperança, às 15h30, com transmissão ao vivo por todas as emissoras de rádio e de TV de inspiração católica do país.

 

Iniciativas como estas continuam a se multiplicar diariamente e, em tempos de distanciamento social, unir os fiéis. Em proporções menores, membros de grupos, pastorais, serviços e

Reunião do Grupo Bíblico de Reflexão online através do aplicativo Zoom. / Foto: Divulgação

movimentos também estão se adaptando para que suas atividades não parem. Trazemos aqui alguns exemplos.

 

O Grupo Bíblico de Reflexão (GBR) da Capela São Domingos Sávio, Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, Decanato Centro, fez sua reunião on line. O grupo é composto por quatro famílias que se reúnem todas as quartas-feiras na casa de alguém. “Ficamos pensando como faríamos a partir desta semana e surgiu a ideia de fazer pelo aplicativo Zoom. Fizemos o encontro 7 do livrinho dos profetas. Foi um experiência muito bacana. Todo mundo até prestou mais atenção na reunião, todo mundo estava cada um no seu lugar, com as crianças no ambiente delas mesmo, as crianças ficaram até mais à vontade e os pais também”, conta a participante, Luciene Alves Vieira Ribeiro.

 

Luciene conta que o grupo continuará com as reuniões on-line e recomenda aos que puderem. Além do aplicativo Zoom, existem outras possibilidades, como o Skype, o FaceTime, Google Hangout.

 

 

 

Camila faz a catequese com os filhos em casa a partir dos materiais indicados pela catequista. / Foto: Divulgação

Catequese domiciliar

Com a suspensão da catequese, Camila Ziober Raymundi, da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, seguiu as orientações da catequista e fez a catequese com o filho em casa. Camila, que tem dois filhos, já tem o costume de fazer atividades junto com eles em casa.  “A [catequista] Raissa passou as atividades, isso ajudou bastante para orientar o que veriam nesta semana. Sentei com ele, avisei que vamos ter essa rotina, ele adorou. Acho muito importante ter uma rotina [neste momento] para a criança não estranhar”, destaca Camila.

 

Segundo a mãe, é uma caminhada dia a dia de acompanhamento e leitura da Palavra de Deus com as crianças. “A gente está passando por um momento que ninguém esperava, tudo está acontecendo muito de repente. É uma angústia, mas a gente tem que ter fé e passar isso para as crianças. A gente tem que dar o primeiro passo, é a nossa realidade agora, mas não podemos deixar de fazer as coisas”, conclui Camila.

 

Grupo de Oração à distância 

Nos grupos de oração Yahweh Shammah, da Paróquia Imaculada Conceição, Poço de Jacó, da Capela São José Marello, e Paz na Terra, da Catedral, a tradicional reunião desta semana foi transmitida exclusivamente pela internet, com participação apenas de um pregador, músico e uma pessoa para operar a transmissão pela internet.

O grupo Yahweh Shammah fez a reunião sem a participação de pública e transmitiu pelo facebook. / Foto: Divulgação

 “São três servos no total, um da pregação, um da música e uma pessoa para gravar. Fazemos todo ciclo carismático, respeitando nosso movimento. Os servos estão também de suas casas intercedendo e partilhando nas mídias o que estão sentindo durante o momento da oração”, contou Amanda Poliane Silva, do Grupo Yahweh Shammah. Transmissões pelo link: facebook.com/go.yahwehshammah/.

 

Para Rafael Constâncio Farias, do ministério de Comunicação do Grupo Poço de Jacó, foi uma alegria, mesmo sem a reunião presencial, atingir tantos lares. “Como o Papa Francisco indica, podemos usar as mídias sociais como aliadas para a evangelização, principalmente num período tão importante como o que estamos vivendo. Estamos certos que, com o poder da oração, enfrentaremos e venceremos mais esta batalha. E logo retornaremos a nossas atividades normais”, conclui Rafael. Transmissões do Grupo Poço de Jacó pelo link: https://www.facebook.com/pocodejaco.londrina.1.

 

A transmissão ao vivo do grupo Paz na Terra, da Catedral, já era uma vontade antiga,

Grupo Paz na Terra da Catedral fez sua primeira transmissão ao vivo. / Foto: Divulgação

 mas que ainda não tinha sido colocada em prática. “Diante dessa situação veio a necessidade de fazer de forma diferenciada. O nosso grupo conseguiu uma capela e de acordo com a escala foi feita a transmissão ao vivo. Tivemos mais de mil visualizações, com pessoas de outras cidades e estados assistindo e compartilhando. Os membros do nosso grupo estavam todos em suas casas acompanhando e convidando outras pessoas”, conta Oscar Filla. 

 

 

Reflexões por e-mail

Os casais das Equipes de Nossa Senhora costumam fazer, todos os meses, o estudo de um capítulo de um livro escolhido pelo movimento, responder um questionário e discutirem em grupo as reflexões a partir do livro. “Como neste mês não foi possível fazer a reunião, optamos por mandar as respostas por e-mail para todos os casais. É diferente, quando você está junto existe mais diálogo, o olhar, um complementa o que o outro falou, esclarece dúvidas. Mas o momento exige isso e foi uma boa alternativa. Todos temos que seguir as orientações, agora não é hora de se reunir, depois que esse período passar voltamos ao normal”, contou Lucimara Lima Ruffini, das Equipes de Nossa Senhora.

 

Juliana Mastelini Moyses
Pascom Arquidiocesana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *