Campanha da Fraternidade Campanhas Útimas Notícias

Arquidiocese abre Campanha da Fraternidade 2020

Com a chegada da Quaresma, a Igreja do Brasil inicia a Campanha da Fraternidade (CF), neste ano com o tema: “Fraternidade e Vida: dom e compromisso” e o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34)

 

O texto do Evangelho de São Lucas que pauta a CF 2020 mostra a misericórdia de Deus, centrada na figura do Bom Samaritano, que sentiu compaixão pelo homem ferido à beira da estrada.

 

“O verbo não é ter compaixão. O verbo é sentir compaixão e é aqui que os criadores da Campanha da Fraternidade e da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) vêm insistido muito: o dom da sensibilidade”, disse o padre Rafael Solano, vigário geral da Arquidiocese de Londrina e pároco da Catedral Metropolitana de Londrina durante coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira (26/2).

 

Segundo Solano, as ações da comunidade devem ser centradas em cuidar, ter ternura e se compadecer pela situação dos irmãos, assim como fez Santa Dulce dos Pobres.

 

A Campanha da Fraternidade é realizada anualmente com o objetivo de levar os cristãos à reflexão e ao compromisso concreto com a sociedade em vista do bem comum. Neste ano visa a defesa da vida em todas as instâncias, desde o seu princípio até o seu fim natural, à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja.

 

“Vamos resgatar mais uma vez o Estatuto do Nascituro. Ninguém tem o direito de usurpar a vida que está no útero materno. A campanha vai fazer a experiência da ternura”, afirmou padre Solano.

 

A CF também toca na questão dos pacientes terminais e a eutanásia. “A campanha toda é um despertar, um zelar pela vida humana e dos irmãos que estão à beira do caminho”, ressaltou o vigário geral.

 

A Campanha da Fraternidade é realizada sempre na Quaresma, tempo de preparação para a Páscoa que vai da quarta-feira de cinzas até a quinta-feira santa. Durante a Quaresma, as paróquias, comunidades, pastorais e movimentos são convidados a criar ações concretas de participação e reflexão sobre a valorização da vida na sua realidade local.

 

“Onde está seu irmão? A pergunta que Deus fez a Caim é a mesma que as nossas comunidades devem se fazer. Onde estão os abandonados? A comunidade deve fazer essa radiografia”, instigou padre Alexandre Alves Filho, coordenador da Ação Evangelizadora da arquidiocese. “Deve-se iniciar a revolução do cuidar do nosso irmão. Esse é o grande passo da campanha. Um olhar de solidariedade”, afirmou o coordenador.

 

ARRECADAÇÃO

No dia 5 de abril, Domingo de Ramos, será realizada a coleta da solidariedade que visa arrecadar recursos para obras sociais relacionadas à campanha. A arquidiocese fica com 60% do valor arrecadado para aplicação em projetos sociais com o mote da CF. Em julho, a Cáritas lança o edital para as comunidades apresentarem suas iniciativas.

 

Na Arquidiocese de Londrina, a missa de abertura da Campanha da Fraternidade será domingo, dia 1 de março, às 19h na Catedral Metropolitana, presidida pelo arcebispo dom Geremias Steinmetz.

 

Aline Machado Parodi – Pascom Arquidiocesana

Foto: Tiago Queiroz

 

Cartaz Campanha da Fraternidade 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *