Regional Sul 2 Útimas Notícias Visita Ad Limina

Primeiro dia de atividades da Visita Ad Limina dos Bispos do Paraná

Celebração na Basílica de Santa Maria Maior e visita a dois Dicastérios e um Tribunal marcaram o primeiro dia de Visita Ad Limina dos Bispos do Paraná

Os bispos do Paraná abriram a agenda de atividades neste primeiro dia da Visita Ad Limina Apostolorum com uma missa na Basílica de Santa Maria Maior às 7h30. Dom Geremias Steinmetz, arcebispo de Londrina e presidente do Regional Sul 2 da CNBB, presidiu a celebração, que aconteceu numa das capelas laterais da imensa basílica. Em sua homilia, Dom Geremias recordou a importância deste lugar sagrado que é a primeira basílica do Ocidente dedicada à Nossa Senhora, construída no ano de 432 d.C., um ano após ser proclamado o dogma da Maria Mãe de Deus (Theotókos), no Concílio de Éfeso.  

“Por esse motivo ela é a maior igreja mariana de Roma. É uma das quatro basílicas romanas que nós iremos visitar e celebrar nesta Visita Ad Limina. Que nós possamos colocar nesta peregrinação pelas basílicas tudo aquilo que nós vivemos como Igreja, colocar tudo nas mãos de Nossa Senhora, que sempre nos acompanha”, disse Dom Geremias.

Após a celebração, os bispos seguiram para o Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, onde foram acolhidos pelo Card. Kevin Farrell e sua equipe. O bispo de Campo Mourão, Dom Bruno Elizeu Versari, que é referencial para a Pastoral Familiar no Paraná e membro da Comissão Episcopal Vida e Família da CNBB, fez o discurso de apresentação do Regional Sul 2 da CNBB. “Falei da preocupação com a evangelização em relação a família e de quanto bem os leigos tem feito na missão de evangelizar nas comunidades, nas paróquias, como fazem frente a esse grande desafio quer seja nas pastorais, quer seja nos serviços à Igreja”, afirmou Dom Bruno.

O Dicastério do Serviço de Desenvolvimento Integral, localizado no mesmo prédio, foi o segundo lugar de visita dos bispos. O discurso de apresentação foi proferido por Dom Francisco Cota de Oliveira, bispo auxiliar de Curitiba, referencial para as pastorais sociais no Paraná e membro da Comissão Episcopal da Ação Sóciotransformadora da CNBB. Dom Francisco destacou o trabalho realizado pelas várias pastorais sociais do Regional Sul 2.

Por fim, já no final da manhã, os bispos se dirigiram para o Tribunal da Penitenciaria Apostólica, o departamento da Igreja que cuida, especialmente, da questão das indulgências. Dom Sergio Braschi, bispo de Ponta Grossa, foi o responsável pelo discurso de apresentação. “No meu discurso, eu sobretudo agradeci, pois nos últimos anos a penitenciaria apostólica tem concedido muitas graças a toda comunidade brasileira e no mundo inteiro. É algo muito particular, que não se refere somente a nossa região, mas a dimensão universal da Igreja”, afirmou Dom Sergio.  

No final da tarde, os bispos realizaram uma reunião para tratar de assuntos da caminhada da Igreja do Paraná, como a Missão São Paulo VI na África e outros eventos programados em nível regional. No dia de amanhã, 19 de fevereiro, os bispos celebrarão a eucaristia na capela do Colégio Pio Brasileiro e visitarão a Congregação para o Clero, a Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica e a Pontifícia Comissão para a Tutela de Menores.

Texto e fotos: Karina de Carvalho
Assessora de comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *