Formação / Seminários Útimas Notícias

Como santo André, levar Pedros para Jesus

Escola de Evangelização Santo André propõe temáticas e metodologias para aqueles que vão apresentar Jesus aos irmãos.

 

No dia 30 de novembro celebra-se o Dia de Santo André, o apóstolo que levou Pedro até Jesus. Assim como o apóstolo a Escola de Evangelização Santo André propõe temáticas e metodologias para aqueles que vão apresentar Jesus aos irmãos.

 

A escola surgiu no México, em 1980 e já está em 60 países com mais de 2 mil escolas. No Brasil, já são 195 escolas estruturadas. O Objetivo é formar evangelizadores nas paróquias e nas comunidades, estruturando um grupo multiplicador. Este ano já foram mais de 5 mil participantes em 117 cursos.

 

Em Londrina, a escola está presente desde 2001. São seis formadores que vão até as paróquias formar novas escolas. Três escolas já foram formadas e centenas de lideranças treinadas. A ideia é capacitar equipes locais para que reproduzam os cursos do programa de formação e ajudar a começar uma escola de evangelização na paróquia.

 

A formação abrange três etapas: fundamentos da vida cristã; como evangelizar e como formar evangelizadores. Nas três etapas são abordados vários conteúdos divididos em cursos de 20 ou 40 horas. Entre os cursos estão: A Vida de Jesus nos quatro Evangelhos. Com 40 horas onde é abordada a pessoa de Jesus a partir de cada um dos quatro evangelistas. “O objetivo deste tema é conhecer e experimentar a Jesus para amá-lo, servi-lo e pregá-lo, pois a vida eterna consiste em conhecer a Jesus”.

 

O curso é feito na paróquia que solicitar e é possível completar a carga horária em apenas um fim de semana. O material é preparado pela própria equipe formadora com apostilas e banners dos diversos conteúdos. A coordenação da escola já preparou 28 kits e um subsídio para equipes de evangelização.

 

DIRECIONAMENTO

O escritório Nacional da Escola de Evangelização Santo André se instala na cidade de domicílio do coordenador nacional. Hoje o escritório encontra-se em Londrina, no Centro de Pastoral Dom Bosco. É coordenado pela evangelizadora ngela Chineze. Entre as atribuições do escritório estão: centralizar a comunicação e administração e distribuir o material didático dos cursos.

 

Para solicitar a formação de uma escola de Santo André, a paróquia precisa formar uma equipe de pelo menos cinco pessoas. O pároco precisa aprovar a escolar, estudar a bússola – uma espécie de organização que orienta as equipes – e o projeto pastoral e agendar o primeiro curso com formadores.

 

Para José Prado Flores, idealizador da Escola, a bússola e o manual são orientações que devem estar sempre à mão para as atividades práticas ao realizar um curso ou instaurar a escola. “Em 2011 descrevemos a EESA como um trem que vai para Florença. Entretanto, não basta a visão, a direção e o objetivo; também são necessários os trilhos para que o trem possa caminhar e correr. Esses trilhos são o Manual Bússola ”.

 

Em 2020 o escritório nacional da escola deve se manter em Londrina. Quem quiser abrir uma escola de Santo André na paróquia deve entrar em contato com o Escritório Nacional por email [email protected] ou telefone (43) 3024-6360. O escritório funciona de segunda a sexta das 13h30 às 17h30. Para acessar o calendário das outras escolas e participar dos cursos de uma escola existente basta entrar no site: eesabrasil.com.br

Flora Neves 
PASCOM arquidiocesana
Matéria publicada na edição de novembro do Jornal da Comunidade – JC – da Arquidiocese de Londrina

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *