Campanha da Fraternidade Campanhas Pastorais e Movimentos Útimas Notícias

Missa de Cinzas na Catedral abre Quaresma e Campanha da Fraternidade na arquidiocese

Com o início da Quaresma nesta quarta-feira de cinzas, dia 6 de março, a Arquidiocese de Londrina lançou oficialmente, a Campanha da Fraternidade 2019, com o tema “Fraternidade e Políticas Públicas”, e o lema “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is. 1,27). De manhã, o arcebispo dom Geremias Steinmetz atendeu a imprensa em entrevista coletiva, juntamente com o coordenador da Ação Evangelizadora, padre Alexandre Alves Filho e Deusa Fávero, gerente da Cáritas Arquidiocesana. Logo depois, às 11 horas, o arcebispo presidiu a Santa Missa de lançamento. A Catedral ficou cheia, com a presença de mais de dois mil fiéis, tanto de paroquianos como de pessoas que trabalham próximo à Catedral.

 

Dom Geremias concedeu entrevista coletiva sobre a Campanha da Fraternidade 2019: Fraternidade e Políticas Públicas (Foto Tiago Queiroz)

A Missa de cinzas chama os cristãos ao arrependimento dos pecados e a busca de conversão. Ao traçar o sinal da cruz na cabeça dos fiéis em sinal de penitência, o padre pronuncia as palavras: “Convertei-vos e crede no Evangelho”.

Na Liturgia da Palavra, o Evangelho apontou três atitudes a serem adotadas pelos cristãos, em especial neste tempo da Quaresma: a esmola, a oração e o jejum, explica o arcebispo na homilia. O primeiro aspecto leva-nos a sermos solidários com os que sofrem. O segundo convida a dedicar mais tempo à oração individual, comunitária e na família. “Um gesto que Deus aceita com alegria da nossa parte para que possamos iniciar um caminho de mudança.” E o terceiro é o jejum, a solidariedade com aqueles que passam fome. “Além disso, também o jejum espiritual. Quem de nós não precisa ser mais paciente, ouvir mais, evitar palavras que magoem, ou pedir desculpas? Com esses gestos com certeza podemos chegar à Páscoa com o coração mais tranquilo”.

 

Mais de duas mil pessoas participaram da Missa de Cinzas (Foto Guto Honjo)

 

O arcebispo explica que a liturgia deste dia é completa por si só. O apóstolo Paulo faz uma chamada dura: é hoje o dia da salvação de Deus. “Você, meu irmão e minha irmã, é convidado a viver o jejum, a esmola e a oração. Não deixe passar esta oportunidade, aproveite, diz Paulo. Não se desespere diante de Deus, mas vá fazendo pequenos gestos diante de Deus.”

 

 

Deusa Fávero, gerente da Cáritas Arquidiocesana, Dom Geremias, arcebispo de Londrina, Padre Alexandre Alves Filho, coordenador da Ação Evangelizadora. (Foto Tiago Queiroz)

Campanha da Fraternidade
Neste ano, a CF quer levar os fiéis a compreenderem melhor o que são políticas públicas, a quem se destinam e como participar delas mais efetivamente, à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja. “A Igreja quer lançar luzes sobre as realidades que a sociedade hoje enfrenta. De fato, quantas pessoas sofrem porque não tiveram direitos básicos respeitados, educação, saúde, habitação. Por isso a Igreja chama atenção para esta questão”, explica dom Geremias.
“Todos nós cidadãos somos chamados a participar para fortalecer a cidadania e o bem comum. A Campanha da Fraternidade é dirigida a todas as pessoas. A Igreja não quer fazer proselitismo, mas quer oferecer sua força para que as pessoas possam ter fraternidade, crescer e ser objeto da justiça e fortalecer a cidadania e o bem comum”, conclui.

 

Juliana Mastelini Moyses
PASCOM Arquidiocesana

 

<Mais fotos clique aqui>

Fotos: Guto Honjo / Juliana Mastelini Moyses / Tiago Queiroz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *