Você está aqui
Home > 14º Intereclesial > Carta do Clero da Arquidiocese de Londrina sobre o 14º Intereclesial das CEBs

Carta do Clero da Arquidiocese de Londrina sobre o 14º Intereclesial das CEBs

Os padres da Arquidiocese de Londrina publicam uma carta oficial no dia 31/01/2018 em razão da realização do 14º Intereclesial das CEBs na cidade de Londrina entre os dias 23 a 27 de janeiro de 2018.

Confira na íntegra:

 


 

Logo Brasao final

 

Londrina, 31 de janeiro de 2018.

 

Ao Povo de Deus da Arquidiocese de Londrina.

 

“Embora muitos, formamos um só corpo”. (Rm 12,5)

 

A Arquidiocese de Londrina viveu entre os dias 23 e 27 de janeiro, um momento especial de graça. O 14º Intereclesial das Cebs, reuniu na cidade mais de três mil delegados, vindos do país inteiro. Foi uma festa da alegria e do encontro entre irmãos, vivenciando momentos fortes de celebração, oração, reflexão e partilha e nos impulsionando a continuarmos sendo uma Igreja da misericórdia, profética e missionária, dedicada à formação de cristãos, protagonistas das transformações sociais que se fazem necessárias, para que todos tenham “vida e a tenham em abundância” como quis o Mestre (Jo 10). Foi um evento eclesial repleto de discussões profícuas para a Igreja e para a sociedade. O propósito de aprofundar uma reflexão sobre as várias dimensões do urbano, com os seus desafios para a evangelização, foi plenamente alcançado.

A Igreja Católica cumpre a missão a ela confiada por Cristo, em momentos históricos concretos. Não se esquiva a dar testemunho da verdade nem a usar sua voz para denunciar ou anunciar, conforme a Palavra que a todos nos interpela. Alicerçada nos Documentos e na própria palavra e atitudes do Papa Francisco, ela analisa, reflete e discerne as várias conjunturas buscando que as premissas do Reino de Deus se tornem concretas no aqui e agora da história. As Comunidades Eclesiais de Base, desde a sua origem, vivem intensamente a inserção na vida do povo, refletindo e promovendo soluções que lhe ofereçam uma vida digna. Foi a isso que assistimos em Londrina nos últimos dias. Gente de fé, alegre e politizada que ajudou a nossa Igreja Particular a estudar o urbano com todas as suas mazelas que tanto nos afligem.

Somos uma Igreja que se manifesta nas mais diferentes formas de expressão da fé. Somos sim, uma família ampla de irmãos que acrescentam ao corpo eclesial, a riqueza da vivência do Evangelho de Jesus Cristo, na sua diversidade. Uma Igreja que apela não só, para uma conversão constante ao respeito e à tolerância, mas fundamentalmente aprecia com alegria a própria diferença. De norte a sul, de leste a oeste deste país, respira-se uma espiritualidade encarnada que tanto nos emocionou no evento XIV Intereclesial. A Arquidiocese de Londrina saiu enriquecida, tanto pelas conclusões dos trabalhos como essencialmente pela beleza da própria discussão. Ao constatarmos que algumas críticas visaram apenas denegrir o todo e a magnitude do Encontro, não poderíamos deixar de rejeitar e condenar as atitudes sectárias de quem visou ofender pessoas ou grupos, atribuindo-lhes qualificados impróprios e mentirosos.

Foi um acontecimento arquidiocesano e, por conseguinte sob a presidência de Dom Geremias Steinmetz. Repudiamos em uníssono as ofensas a ele dirigidas como se a nós todos o tivessem sido. A Igreja Católica de Londrina sai fortalecida na sua unidade e no propósito de trabalhar para que no seu seio, também a tolerância religiosa seja colocada em prática. E acolhemos as críticas honestas e construtivas com a humildade que nos deve caracterizar. Um Encontro deste tamanho sempre tem algo que escapa à organização. Em nada, porém representa as CEBs em geral e muito menos o escopo do evento.

Confiamos ao Sagrado Coração de Jesus e a Nossa Senhora do Rocio, a vida e a caminhada de nossa Igreja de Londrina e conclamamos a todos os fiéis que nos unamos na oração e na comunhão. Aprendamos sempre das palavras de Jesus, de seus gestos, suas atitudes e sua Pessoa (MV 01).

Clero da Arquidiocese de Londrina.


 

Clique aqui para fazer download da carta

PASCOM Arquidiocesana
Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de Londrina

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo