Você está aqui
Home > Pastorais e Movimentos > Vozes que anunciam: Tu és Grande – Dieu tout puissant

Vozes que anunciam: Tu és Grande – Dieu tout puissant

Quando consideramos a diversidade em seus múltiplos aspectos: biológico, étnico, linguístico, cultural e religioso, vem em nossa mente inúmeras perguntas e poucas respostas, porque só Tu és grande. As perguntas nos incomodam, nos desafiam, porque lidamos com situações novas a cada dia, em cada momento de nossa história pessoal e coletiva. E as respostas por sua vez, não se assemelham a dicas de culinária ou de receitas gastronômicas com possibilidades de cem por cento de acertos.

Entre perguntas e respostas convivemos com os migrantes que vivem em nossas cidades: haitianos, bengaleses, senegaleses, sírios, angolanos, colombianos, paraguaios, bolivianos e os que provêm de diferentes regiões de nosso país. Entre perguntas e respostas se constroem  redes de solidariedade e de inclusão na vizinhança, bairros, comunidades, paróquias, trabalho, escolas e espaços públicos. Entre perguntas e respostas caminhamos tropeçando na desigualdade e na injustiça de raízes profundas. Queremos que neste mundo criado e amado por Deus haja um lugar digno, saudável e agradável para todos. O tempo de Natal nos recorda que Deus veio ao encontro da humanidade por meio de seu Filho Jesus, trazer a feliz salvação que liberta os que creem, esperam e serão julgados pela fé que tiveram em Jesus. (Mt,25,31-40). Entre perguntas e respostas continuamos nossa missão junto aos migrantes na alegria e esperança de dias melhores, na conquista de emprego, no aprendizado do português, na integração social e na vivência da fé.

Durante o mês de dezembro, equipes da Pastoral do Migrante, Cáritas e Projeto Learning Together realizaram momentos de convivência e de confraternização com migrantes nas cidades de Cambé, Rolândia e Jaguapitã. 

Pastoral do Migrante
Arquidiocese de Londrina

Veja algumas fotos desses momentos:

Para ver mais fotos clique aqui>>

PASCOM Arquidiocesana
Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de Londrina

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo