Você está aqui
Home > 14º Intereclesial > 14º Intereclesial – As Famílias acolhedoras já estão prontas para receber 2790 representantes dos Regionais.

14º Intereclesial – As Famílias acolhedoras já estão prontas para receber 2790 representantes dos Regionais.

Uma das grandes dimensões metodológicas e da espiritualidade dos Encontros das CEBs é a acolhida, que nós chamamos de hospedagens, mas que não é simplesmente hospedagem, colocar o pessoal nas casas das pessoas. O Objetivo da hospedagem é criar um sentimento de acolhimento e acolhida entre a cidade que acolhe o intereclesial e aqueles que “chamamos de delegados”, as pessoas que são representantes das suas paróquias, das suas comunidades e das organizações e movimentos populares. No nosso caso, por exemplo, nós vamos ter dois grandes grupos: o grupo que vem pelos Regionais, 2790 delegados; todas estas pessoas vão ficar hospedadas nas casas de famílias nas paróquias, e o outro grupo dos bispos, indígenas, convidados e assessores, ampliada, mais de 300, que virão por esta outra representatividade e que ficarão em casas de encontro já alocadas.

pe dirceu 2
Pe. Dirceu, coordenador das equipes de trabalho do 14º Intereclesial (Foto Flora Neves)

As famílias e seus hospedes já estão “trocando figurinhas”

As famílias hospedeiras já estão registradas, catalogadas e todos os delegados ficarão alocados nestas famílias. Hoje, elas já sabem quem será seu hóspede de 23 a 27 de janeiro. Este foi um grande passo da estrutura organizativa, e já está havendo correspondência entre as famílias hospedeiras e seus hóspedes. Já se começou a criar um vínculo de afinidade, correspondência e comunicação porque já se tem os nomes, telefones, Whatsapp, então, os hospedeiros e hóspedes já começaram a trocar “figurinhas”. As relações interpessoais, elas tem que ser desenvolvidas e quanto mais, melhor. As pessoas quando chegarem aqui já serão conhecidas: já se saberá o nome, a idade, minimamente de onde vem, já se conhecerá o gosto e um pouco da história de cada um.

Agora a organização está aproximando o nome da família hospedeira e o nome das pessoas que virão. Estas informações serão transformadas num grande banco de dados para facilitar os outros trabalhos, como por exemplo o credenciamento, informações do crachá e informações que serão utilizadas durante o encontro.

Recepção nas 58 paróquias hospedeiras

Alguns, em função da facilidade de transporte chegarão antes e terão estrutura de acolhimento, ficarão em uma casa específica e depois serão levados para as casas das famílias. Todos aqueles que chegarem antes, serão acolhidos e depois, no dia 23, destinados para as famílias credenciadas. As caravanas que virão de ônibus ou de carro, a grande maioria, chegarão direto nas paróquias ou comunidades. Os hóspedes foram distribuídos de acordo com a origem, os delegados de São Paulo, por exemplo, estarão nas paróquias da zona norte e a secretaria já está aproximando a caravana da equipe hospedeira. O credenciamento será no dia 23, no período da tarde, na paróquia hospedeira, no entanto, se algum grupo chegar pela manhã, será acolhido, e retornará das 16 ás 18h, para o credenciamento, a não ser que a paróquia tenha condição de fazer o registro já pela manhã.

Pe. Dirceu Fumagalli
Coordenador das Equipes de trabalho do 14º Intereclesial
Párodo da Rede de Comunidades Madre Leônia

Foto destaque: Momento de entronização dos ícones do 14º Intereclesial na Celebração Eucarística realizada no Catorzinho (Foto Terumi Sakai/PASCOM Arquidiocesana

PASCOM Arquidiocesana
Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de Londrina

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo
Translate »