Você está aqui
Home > Pastorais e Movimentos > Santa Casa entrega reforma de UTIs

Santa Casa entrega reforma de UTIs

Investimento de R$ 2,3 milhões do governo do Estado vai modernizar  mais de 50% do Hospital

A Santa Casa de Londrina entregou no início de novembro as obras de reforma de 15 leitos de UTI adulto. Com isso, praticamente metade do total de leitos de terapia intensiva do Hospital foi modernizado. Os outros 21 leitos de UTI entram em obras logo na sequência, assim que os pacientes forem transferidos para os novos leitos.

A reabertura depois de seis meses de obras, contou com a presença do secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto. Esta é a primeira etapa das reformas da Santa Casa com verba de R$ 2.326.000,00 do governo do Estado.  Desse total, R$ 1.780.000,00 são para obras estruturais e R$ 546 mil para aquisição de equipamentos e mobiliários.

Os recursos vão possibilitar a readequação de cerca de 3.000 m² de área física do Hospital, incluindo todos os 36 leitos de UTI e 60 dos 155 leitos de internação. Entre os equipamentos e mobiliários estão mesas e focos cirúrgicos, camas hospitalares e equipamentos para o laboratório de análises clínicas do Hospital.

No começo do ano, ficam prontos 30 leitos de internação que já estão em obras. A previsão é que toda a reforma seja concluída ainda no primeiro semestre de 2018. Essa é a segunda grande reforma do Hospital desde a abertura do prédio há mais de 70 anos. A última foi em 2002.

“A gente precisa modernizar as instalações e qualificá-las de acordo com as exigências da Vigilância Sanitária”, afirmou o superintendente da Iscal (Irmandade da Santa Casa de Londrina), Fahd Haddad. “Essa ajuda do governo do Estado veio no momento certo”, destacou. Segundo Haddad, esta reforma representa mais de 50% das áreas destinadas ao atendimento direto ao paciente.

“Tão importante quanto investir em novos acessos é qualificar leitos já existentes e estratégicos como os da Santa Casa”, afirmou o secretário de Estado da Saúde,  Michele Caputo Neto. A Santa Casa é um hospital de alta complexidade e, de acordo com o superintendente, destina mais de 70% dos atendimentos a pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde).

A modernização das UTIs também tem recursos do governo Federal. Os ventiladores pulmonares foram adquiridos com verba de do Ministério da Saúde através de emenda parlamentar. Foram 43 respiradores – 32 para Santa Casa e 11 para o Hospital Infantil, unidade pediátrica da Iscal.

Honraria – Em reconhecimento ao “relevante trabalho pela saúde do Paraná”, a diretoria da Iscal concedeu ao secretário Michele Caputo Neto, a Comenda Saúde Iscal. A honraria, de acordo com Haddad, foi instituída na década de 1990 em comemoração aos 50 anos do Hospital.  

Edmara Michetti
Assessoria de Comunicação | ISCAL

Fotos: Elvira Alegre

PASCOM Arquidiocesana
Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de Londrina

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo
Translate »