Você está aqui
Home > 14º Intereclesial > Catorzinho apontando caminhos

Catorzinho apontando caminhos

Seguindo o modelo de encontro dos intereclesiais, os assuntos no Catorzinho são trazidos e vivenciados por meio de plenárias. Serão cinco plenárias refletindo temas importantes para a Igreja e sua ação. Os temas abordados serão: os desafios da mobilidade do transporte e da locomoção; a questão da segurança e da violência, pluralismo religioso e o diálogo inter-religioso; movimentos e organizações sociais e populares; ecologia e cuidado ambiental.

Os temas se relaciona à vivência e aos desafios de todas as comunidades em seus cotidianos. Segundo Lenir de Assis, integrante do secretariado da CEBs, responsável por organizar o intereclesial e o Catorzinho, as plenárias têm o objetivo de promover e dinamizar a reflexão dos temas em pequenos grupos, estimulada por uma provocação de um assessor. “Os resultados dos trabalhos em grupos serão levados para uma síntese a ser apresentada para todos os participantes do encontro”, completa.

O 14º Intereclesial das CEBs, que ocorre em janeiro de 2018, tem como tema “CEBs e os desafios do mundo urbano”, reflexão que necessita da presença da Igreja enquanto luz, ação e esperança. Os cinco temas das plenárias do Catorzinho foram selecionados dentro de um conjunto de 13 assuntos que serão abordados em janeiro.

Não basta a discussão dos temas, é preciso que a reflexão seja levada para o chão das comunidades e colocada em prática. É neste sentido que os participantes estão sendo convidados para o encontro e todos os presentes participarão das plenárias. No momento da inscrição, cada participante seleciona a plenária de interesse. Haverá representantes de todas as paróquias da arquidiocese e das dioceses do Paraná. As equipes trabalharão para se preparar para o encontro de janeiro.

Continuidade

Iniciado a reflexão, o encontro continua nas comunidades. Lenir destaca que “não podemos negar aos membros de nossas comunidades, a possibilidade de também fazerem essas reflexões e contribuir para que o lugar onde vivemos se torne uma verdadeira comunidade eclesial de base, ou seja, uma comunidade comprometida a serviço dos irmãos e das irmãs que vivem no dia a dia os desafios do mundo urbano.”

O encontro traz um tema atual e de importância para a Igreja. “Ao discutir CEBs e os desafios do mundo urbano a comunidade remete um olhar crítico e ao mesmo tempo profético sobre a presença da Igreja na vida do povo, que se encontra diante de tantos desafios. O Papa Francisco pede uma Igreja em saída. É necessário essa reflexão para cada vez mais a Igreja estar presente no mundo urbano, nas periferias, entre os pobres, buscar respostas a tantas interrogações que a vida nas cidades apresenta”.

O lema “Eu vi e ouvi os clamores do meu povo e desci para libertá-lo” (Ex 3,7) tem como centro a Palavra de Deus a iluminar as comunidades. A Arquidiocese de Londrina vive esse tempo forte, buscando com a reflexão dos temas ser sempre mais uma Igreja em saída, missionária e inserida na sua realidade. Como Deus não foi e não é inerte, a Igreja não fica inerte com os clamores dos sinais dos tempos.

Djonh Denys Souza dos Reis
Diácono transitório da Arquidiocese de Londrina

pracas e miniplenarias

PASCOM Arquidiocesana
Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de Londrina

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo
Translate »