A irmã Solange Saraceni acredita que o 14º Encontro Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base deixará “marcas significativas” na Arquidiocese de Londrina. A afirmação foi feita na abertura de uma manhã de formação que aconteceu no domingo, dia 26 de março, no auditório do Centro de Pastoral. A reunião contou com a presença de representantes dos Grupos Bíblicos de Reflexão e dos coordenadores paroquiais das Santas Missões Populares da maioria das paróquias da arquidiocese.

encontro arquidiocesano das cebs (4)
Participantes do Encontro Arquidiocesano das CEBs. (Foto Tiago Queiroz)

A irmã, que pertence à equipe de organização do 14º Intereclesial, disse que Londrina vinha pleiteando a realização do evento há quase 20 anos. Segundo ela, esta é a primeira vez que o encontro será realizado no Estado do Paraná. O intereclesial deverá reunir mais de 3 mil delegados representando todas as dioceses do Brasil e outras de vários países da América Latina. A estimativa é que o encontro conte com a presença de pelo menos 60 bispos.

A irmã ainda destacou a necessidade de momentos de formação para preparar as pessoas ao invés de fazer “reunião para marcar outra reunião”. Ela pediu que os missionários e agentes de pastorais readquiram o hábito de leitura porque tudo o que diz respeito ao assunto está nos documentos da Igreja e da própria arquidiocese. Inclusive foi elaborado um texto-base para o intereclesial. Para a irmã, a leitura é importante para que as pessoas tenham “uma consciência mais crítica”.

Segundo ela, a arquidiocese espera que, com toda essa fase de preparação, haja aumento nos Grupos Bíblicos de Reflexão e também que o Dia da Palavra passe a ser realizado nos setores missionários.

A equipe de coordenação do intereclesial está na expectativa de que o papa Francisco envie uma mensagem para o encontro, mas gostaria mesmo era de contar com a presença dele no evento.

encontro arquidiocesano das cebs (3)
Equipe de Música. (Foto Tiago Queiroz)

A arquidiocese vai realizar um encontro de preparação para o intereclesial nos dias 14 e 15 de julho. O catorzinho, como está sendo chamado, será uma espécie de ensaio para o intereclesial que acontecerá no mês de janeiro de 2018.

Durante a manhã de formação no domingo foi lembrado o martírio de dom Oscar Romero, em El Salvador, em de março de 1980. Dom Romero foi beatificado pelo papa Francisco em maio do ano passado.

Eli Araújo
PASCOM

 

PASCOM Arquidiocesana
Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de Londrina

Artigos similares

Deixe uma resposta