Você está aqui
Home > Útimas Notícias > Palavras chaves do Advento

Palavras chaves do Advento

advento-2016

1- Tempo. Trata-se de um tempo litúrgico, mas, que se refere ao tempo histórico, a promessa e a preparação da vinda do Messias, o rei da sabedoria, da retidão, da justiça. Em nosso tempo há sinais de Deus. O que Deus está dizendo para nós hoje? No hoje, no agora, no instante que vivemos construímos a historia e recebemos a graça da salvação.

 

2 – Esperança. O Advento é carregado de esperança, porque as espadas se transformarão em arados, as lanças em foices, o deserto em fonte, a estepe em jardim, o luto em festa. O leopardo e o cabrito, o bezerro e o leão, a vaca e o urso, a criança e a cobra, o menino e a serpente estarão juntos. Um não fará mal ao outro.

 

3 – Vigilância. Estar atentos, antenados, conectados com Deus é necessário, porque ele vem no Natal, no fim dos tempos e no cotidiano. Ele vem curar a ferida, libertar das cadeias, trazer a salvação. A vinda, a chegada de Deus deve ser bem preparada. Estai preparados, alertou Jesus.

 

4 – Justiça e direito. Estes são o fundamento do reino do Messias. Os olhos dos cegos se abrirão, o coxo andará, o mudo falará, o fraco terá vigor, justiça e paz habitarão na terra. Os pobres rejubilarão. Os humildes se alegrarão. O prepotente, o malfeitor, o trapaceiro, cairão. As mãos enfraquecidas se fortalecerão. Os joelhos fracos se firmarão. Os deprimidos criarão ânimo. O orgulhoso lamberá o chão, mas, o pobre caminhará sobre os escombros.

 

5 – Deserto. No deserto há silêncio, meditação e ao mesmo tempo se ouve a voz e o grito dos profetas. Silêncio e profecia são inseparáveis. O grito que vem do deserto consiste em endireitar os caminhos tortuosos, abrir as portas ao Deus que vem, abandonar orgias, bebedeiras, brigas, rivalidades. Entrar em oração para alcançar a conversão, e assim viver na alegria e na paz. Escutar a Palavra e permitir que ela transforme nossas vidas.

 

6 – Preparação. Preparai os corações para a chegada do Senhor. Despertai, porque a noite vai avançando e o dia vem. A melhor preparação é uma boa confissão que nos santifica. Despertai, abandonai as trevas, andai na luz. Ficai atentos, pois, revestido de nossa fragilidade Jesus nasceu em Belém, mas, revestido de sua gloria ele virá uma segunda vez. Que ele nos encontre em oração e na prática do amor fraterno. Estes são conselhos e admoestações próprias do Advento.

 

7 – Genealogia. Surgirá uma planta, uma flor da descendência de Davi. A genealogia culmina com a gravidez de Maria, por obra do Espírito Santo. Até a esterilidade é vencida. Sansão, João Batista, nascem de pais estéreis. Deus fecunda nossa esterilidade espiritual e psicológica. O Advento nos convida a valorizar a vida, a gravidez, a respeitar o embrião. Na terra deve germinar a justiça e o louvor. Lembremos de nossa genealogia, nossa historia cuja origem é o amor de Deus.

 

8 – Caminho. Endireitar os caminhos tortuosos, andar na estrada e na direção certa, não se perder pelo caminho, saber retornar à direção correta, alcançar o alvo, ter bússola que nos guia, é um apelo da espiritualidade do Advento. Aplainar a estrada, nivelar os vales, baixar os montes é necessário porque somos como feno, como a flor do campo que seca, murcha e morre. O que permanece é a Palavra de Deus que indica Jesus como caminho, verdade, vida. A mão de Deus nos conduz pelo caminho, que ele mesmo dispôs para nós.

 

9 – Vinda. Deus vem e por isso desce, chega, visita-nos, faz moradia entre nós, mora dentro de nós. Fazemos no Advento a experiência do encontro, da presença, do diálogo, da amizade, da proximidade de Deus. Somos também convidados a sair de nós mesmos, estar em constante êxodo na direção dos irmãos e das periferias, como visitadores e peregrinos.

 

10 – Novena. Participemos das novenas de preparação para o Natal. Transformemos nossas ruas, edifícios, condomínios em uma família. A novena nos evangeliza e oportuniza encontros e novas amizades. Sentiremos a alegria da comunhão, da participação, da convivência. A novena pode transformar-se numa nova comunidade, num grupo bíblico de reflexão. Deixemo-nos cativar pela esperança do profeta Isaias, pelo chamado à conversão de João Batista, pela resposta de fé de Maria, pelo Menino que vai nascer, pelo silêncio e obediência de José, que são os personagens centrais do Advento.

Não sejamos escravos nem vitimas da correria, do stress, do mercado, do consumismo. A novena nos oferece reflexão, paz, confraternização, partilha da vida. Seja nosso grupo de novena o presépio vivo de Jesus. Nosso foco é o Menino Jesus nosso Salvador, não Papai Noel, o sedutor.

Preparemos em nossas casas um presépio cristão, o qual simboliza amor de Deus, de reconciliação entre Deus, o homem, os anjos e a natureza. Que escola de fé e de amor é o presépio. Ali, aprendemos todas as ciências. Ali está o primeiro altar de Jesus, pobre, humilde, humano.

 

 

dom-mariaDom Orlando Brandes
Arcebispo de Aparecida

PASCOM Arquidiocesana
Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de Londrina

Artigos similares

One thought on “Palavras chaves do Advento

Deixe uma resposta

Topo
Translate »