SMP / GBR

1º Retiro Paroquial das SMP da São Vicente de Paulo

“O missionário é sempre positivo, mesmo perdendo ele torce pelo seu time” Dom Orlando Brandes

foto 03 domingo smpNos dias 12 e 13 de março aconteceu na Paróquia São Vicente de Paulo o retiro paroquial das Santas Missões Populares. O evento reuniu cerca de 900 pessoas que buscaram a compreensão da nova forma de igreja. O sábado, 12 de março, foi marcado pela espiritualidade. O pároco da São Vicente de Paulo, José Rafael Solano, destacou a importância de cada missionário dizendo que eles são as pedras vivas do Reino de Deus, “discípulos e discípulas de Cristo ressuscitado”. Padre Rafael também pediu por uma igreja viva, sem tanta distância, “leve Jesus para dentro da sua casa”, disse ele. Outra questão enfatizada pelo padre foi a participação das crianças e jovens nas SMP, porque eles são o futuro da igreja. No meio da tarde, o arcebispo de Londrina, Dom Orlando Brandes fez uma visita aos paroquianos missionários. Em sua conversa ele pediu que nessa jornada ninguém haja com negativismo e siga o conselho de Madre Leônia Milito: sempre avante e sempre para o alto. Dom Orlando elogiou também a participação dos homens nas santas missões populares. Disse que eles são o rosto de Cristo nessa missão.

A formação continuou com o coordenador dos grupos bíblicos de reflexão, Edivaldo de Souza e com o diácono Ricardo Magno. Ambos destacaram a importância das SMP. O diácono Ricardo fez a comunidade refletir sobre a vida missionária de Jesus Cristo, “Jesus viveu o anúncio e anunciou o que viveu”.

No fim da tarde, o padre Rafael Solano conduziu um momento belíssimo de oração com o Santíssimo Sacramento. Foi a entrega da vida de cada cristão presente no retiro.

O manhã de domingo, 13 de março, iniciou com música e oração. O coordenador dos grupos bíblicos de reflexão da paróquia São Vicente de Paulo, Edivaldo de Souza, mostrou a divisão da área geográfica da paróquia, que é uma das propostas das Santas Missões Populares. Cada setor missionário tem o nome de um padroeiro. A área da Paróquia São Vicente de Paulo e suas comunidades foi dividida em doze setores missionários, que receberam os nomes dos Santos Apóstolos: comunidade São Marcos, São Judas Tadeu, São João, São Tiago, Santo André, São Lucas, São Tomé, São Mateus, São Filipe, São Bartolomeu, São Paulo e comunidade São Pedro.

Na continuidade do retiro, a paroquiana Marly Pupim falou que a missão é direcionada a todas as pessoas, pobres e ricos, para àqueles que tem necessidades materiais e para àqueles que tem necessidade de amor. Ela destacou ainda as visitas como a forma de missão, porém, estas devem ser feitas com amor e vontade.

O padre Joel Ribeiro, que foi pároco da São Vicente de Paulo, presenteou a manhã de domingo com sua presença. Ele dirigiu palavras de incentivo e apoio aos missionários.

No final do retiro, os organizadores agradeceram a todos pelo belo encontro. Declararam que os dois dias superaram todas as expectativas. O coordenador do CPP, Luiz Baldo, escreveu aos coordenadores das pastorais e movimentos da São Vicente de Paulo: “Fez-se por meses um convite insistente: venha participar do I Retiro Paroquial das Santas Missões Populares. Neste final de semana, pudemos entender a razão de tudo isso, participando do Retiro. Foi uma saudável sacudida que Jesus deu na São Vicente e suas comunidades – justamente em nosso Ano Jubilar. Por certo, foi o Espírito Santo de Deus que moveu a Igreja de Londrina a abraçar esta causa. Sem a missão e Igreja fica fora dos trilhos… Não se trata de criar uma pastoral a mais… mas um convite para que toda pastoral seja missionária. Precisamos amadurecer interiormente esta mensagem e deixar que o Senhor nos inspire quanto aos caminhos a seguir. Aos que não puderam ir, levemos a mensagem da missão com alegria … pois ela continua… E não é qualquer missão, mas “Missão do jeito de Jesus de Nazaré”, como diz Pe. Mosconi”.

Carol Thomaz de Aquino

[Best_Wordpress_Gallery id=”38″ gal_title=”Retiro SMP – São Vicente de Paulo”]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *